Listen to the text.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Base de Dados «Kit de Recolha de Património Imaterial»

A partir do próximo dia 13 de novembro, as Escolas e os Museus portugueses passarão a ter acesso à Base de Dados «Kit de Recolha de Património Imaterial», um novo recurso educativo para a sensibilização dos jovens para a necessidade de salvaguarda do património cultural imaterial.

Base de Dados «Kit de Recolha de Património Imaterial»


Esta nova Base de Dados foi desenvolvidapela Direção-Geral da Educação no âmbito de uma parceria estabelecida com a Direção-Geral do Património Cultural, com base na edição homónima deste organismo, premiada em 2013 na III edição do Prémio Ibero-Americano de Educação e Museus.




Acessível via sítio web da Direção-Geral da Educação, a Base de Dados é de acesso gratuito e destina-se a ser utilizada quer em contexto escolar, em particular em Escolas dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico, quer em atividades formativas e pedagógicas promovidas por outras entidades, nomeadamente Serviços Educativos de Museus, que poderão divulgar os resultados das suas recolhas na página de Facebook do «Kit de Recolha de Património Imaterial», também agora disponibilizada pela Direção-Geral do Património Cultural.




A Base de Dados «Kit de Recolha de Património Imaterial» promove uma abordagem integrada à realidade cultural das comunidades locais, através da utilização das suas diversas fichas, quer as destinadas à recolha de património imaterial (“Saberes e Ofícios Tradicionais”, “Tradições Festivas” e “Tradições Orais”), quer as de registo de património material (“Lugares”, “Edifícios” e “Objetos”), destinadas a uso conjunto num mesmo projeto educativo.




Tal como a publicação da DGPC que se encontra na origem da Base de Dados «Kit de Recolha de Património Imaterial», este instrumento educativo foi elaborado atendendo à importância que a Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial (UNESCO, 2003) confere à implementação de «programas educativos, de sensibilização e informativos destinados ao público, nomeadamente aos jovens», com vista a assegurar a valorização social do património cultural imaterial (artigo 14.º).




Para além das comunidades educativas de território nacional, esta Base de Dados poderá ainda ser utilizada pelos Museus e Escolas com currículo português, designadamente da CPLP, com vista à sensibilização das gerações mais jovens dos respetivos países para a salvaguarda do seu património imaterial.

fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://patrimoniocultural.pt/pt/news/comunicados/base-de-dados-kit-de-recolha-de-patrimonio-imaterial/

Nenhum comentário:

Postar um comentário