Google+ Followers

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Museu Histórico e Pedagógico "Constantino Leman", Piraju, São Paulo, Brasil.

Conta com acervo que mostra toda a trajetória da construção da Usina Hidrelétrica Piraju, a história da cidade e vários utensílios como Tvs antigas, rádios, roupas da época e muito mais.

O museu está localizado na Praça Benedito Silveira Camargo, nas dependências do Departamento Municipal de Cultura.




--
A convite do Departamento Municipal de Cultura, o presidente do legislativo, João Fernando José esteve recepcionando no gabinete do prefeito Damato, os museólogos da Regional de Bauru, Orlando Alves e Luíza Barbosa.

Objetivo do encontro foi visitar a estrutura do Museu Histórico e Pedagógico ‘Constantino Leman’ e o Acervo Histórico e Cultural ‘Gilberto Polenghi’. Os profissionais da área pretendem em parceria com a municipalidade elaborar o Plano Museológico Municipal – PMM, cujo intuito é proporcionar o desenvolvimento de novas perspectivas de atuação dos citados (Museu e Acervo Municipal).

De acordo com o diretor de cultura, Nico de Almeida, o plano Museológico é uma exigência do Ministério da Cultura. “Nós precisamos atender as recomendações do Ministério, e uma das prerrogativas para mantermos as diversas parcerias, bem como estruturá-los em conformidade com os apontamentos do MINC. Quem não andar nos trilhos, será destituído e não receberá os incentivos dos governos federal e estadual”, menciona Nico de Almeida.

Segundo Almeida, este será o primeiro de muitos encontros e reuniões de planejamentos em conjunto com os técnicos. Almeida também enfatizou que o Legislativo, por intermédio de João José é um grande parceiro da Cultura. “Neste ano já realizamos vários encontros e audiências do Departamento na Câmara e o presidente João José nunca se opôs – sempre demonstrou apreço e colaboração para todas as ações”, disse.

--//

A exposição comemorativa aos 50 anos da Usina Hidrelétrica Jurumirim retornou a Piraju,

“Desde o período de sua construção, Jurumirim se tornou um marco histórico para a cidade, tanto na parte social, como na econômica. Sua implantação está associada à evolução de Piraju, pois muitas famílias vieram por conta da obra que mudou o rumo da economia, até então marcada pelo café”, detalha Almeida. “Agora todos poderão conhecer um pouco mais sobre a hidrelétrica e seus reflexos na região, e esse resgate é muito bom para a cidade”, conclui.




--
Sobre Piraju

Considerada estância turística, a cidade tem um povo acolhedor e hospitaleiro e se caracteriza pela grande extensão de áreas verdes e paisagens naturais.

Às margens do único rio não poluído do Estado de São Paulo, o Paranapanema, Piraju une cascatas e cachoeiras com o rio, que é o seu maior patrimônio quando se fala no turismo. Considerada estância turística, a cidade tem um povo acolhedor e hospitaleiro e se caracteriza pela grande extensão de áreas verdes e paisagens naturais. 

A cidade é banhada pelas represas Jurumirim, Xavantes e Piraju. A de Jurumirim fica a 17 km do centro e tem uma área de 530 km², possui capacidade de 7,2 bilhões de m³ de água (maior que a Bacia de Guanabara). Esta represa tem praias tranquilas com local para pesca e esportes aquáticos.

Em tupi-guarani, o nome de Piraju quer dizer Peixe Amarelo, talvez não é à toa que a cidade é uma referência na pesca. Um dos lugares mais propícios é a Ponte de Cerqueira, onde pode-se pegar, além de lambaris, piaparas, mandi, capineiros, pacus e curimbatás. Outro local também bastante procurado é o Parque do Dourado, que fica cerca de 3 km do centro e conta com churrasqueira e um bosque. Apropriado para pesca, o parque não é indicado para banho, já que o local tem uma forte correnteza.

Rio Paranapanema - No total são 929 km de extensão, sendo quase 10% dele em Piraju. São 90,6 km que cortam o município rico em peixes. Nasce na serra de Paranapiacaba (região Sul do Estado) e segue na direção oeste, até desembocar no rio Paraná, em Porto São José, na divisa de São Paulo, Paraná e Mato-Grosso do Sul. É navegável em mais de 80 km. 

Prainha - Localizada na represa de Jurumirim, distante 16 km da cidade possui área para camping, churrasqueira e pesca.

Ilha da Pedrinha - Próxima à Prainha, possui 3,4 hectares, também localizada na represa de Jurumirim, propícia à natação, pesca e acampamento. É cercada por pedras exóticas.

Praça Ataliba Leonel - A praça central da cidade possui 20 mil m² e suas árvores exóticas são oriundas de vários continentes. Tombada em 1996, a praça conta ainda com fonte luminosa, lago com peixes ornamentais além de monumento homenageando o padroeiro religioso São Sebastião e o busto do general Ataliba Leonel. 

Mirante do Paranapanema - Localizado no Distrito de Tibiriçá, propicia vista panorâmica da cidade, do rio Paranapanema e do Parque de Exposição Municipal (Fecapi).

Parque Fecapi - Recinto para exposição agroindustrial municipal, oferece vista panorâmica para o rio e para a usina hidrelétrica Paranapanema. Possui estrutura para shows e feiras agropecuárias, além de restaurantes, pista para caminhadas e pista de skate. 

Floresta Estadual de Piraju - Com 680 hectares, a área possui mata nativa, lagos e várias espécies de animais além de alojamento e escola para práticas ambientais.

Complexo da antiga Estação Ferroviária Sorocabana (Fepasa) - A construção, inaugurada em 1908 e desativada em 1966, localiza-se no Distrito de Tibiriçá e foi tombado pelo Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultura de Piraju.

Igreja Matriz de São Sebastião - Construída em 1933, em estilo gótico, abriga a imagem de São Sebastião, de origem italiana, esculpida em madeira entre 1600 e 1700. Está localizada dentro da praça Ataliba Leonel.

Museu Histórico e Pedagógico Constantino Leman -Com grande acervo documental, de vídeos e fotos sobre a história de Piraju, o museu está localizado na rua Washington Osório de Oliveira, 660, onde está também a Biblioteca Municipal Flamínio Ferreira.

Usina Hidrelétrica de Paranapanema (Votorantim Energia) - Paisagem integrante e de grande simbolismo para Piraju, a atual usina e sua ponte foram construídas nos anos 50, perfazendo local de visitação, com destaque para a barragem, escada de peixes e sua imponente queda-d'água.



As cachoeiras
Piraju tem inúmeras cascatas e cachoeiras para relaxar. Entre as mais procuradas pelos turistas estão:

Cachoeira Fazenda Capitão Mourão - Localizada no Km 4 da estrada velha Piraju/Sarutaiá, o local é de fácil acesso.

Cachoeira do Cisne - Localizada no ribeirão da Hungria, perímetro urbano do município, com queda- d'água com aproximadamente 15 metros.

Cachoeira do Palmital - Com mais de 50 metros de altitude, situada no ribeirão Palmital, esta cachoeira fica próxima à rodovia Timburi - Raposo Tavares. 

Salto Doutor Simão - Era localizado no rio Paranapanema, distante 7 km da sede do município, por estrada asfaltada, o salto foi muito procurado para a prática de canoagem, sendo considerado o melhor local para o campeonato brasileiro categoria Slalon. Uma represa inundou essa beleza.


fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://www.jcnet.com.br/


Nenhum comentário:

Postar um comentário