Google+ Followers

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Bahrain National Museum. --- Museu Nacional do Bahrain.

The Bahrain National Museum is the crowning achievement of the Kingdom of Bahrain’s ongoing efforts to preserve the nation’s heritage and history; Efforts which began in 1957 when the first exhibition of the artefacts discovered by the Danish archaeological expedition was held at Al-Hidaya Al-Khalifiya in Muharraq.



The museum was inaugurated in 1988 by the late Emir Shaikh Isa bin Salman Al Khalifa in a grand ceremony attended by His Royal Highness Prince Khalifa bin Salman Al Khalifa, the Prime Minister, and then Crown Prince His Majesty King Hamad bin Isa Al Khalifa.

Built on a central location between Manama and Muharraq, Bahrain National Museum houses 9 main halls, and classifies the accumulated heritage of the Kingdom of Bahrain into 6 different sections. Visitors to the museum will be taken on a 4,000 year journey through time as they pass through its halls, from the traditional handicrafts hall, to the customs and traditions hall, burial mounds hall, ancient documents and manuscripts hall, Tylos hall, and Islamic period hall. 

The museum seeks not only to enhance understand and knowledge of Bahrain’s history amongst locals only, but also play a role as an institutions which promotes global culture within the community, as evidenced by the numerous international culture and art exhibitions it has hosted over the years.

Bahrain has been one of the Gulf’s most important commercial crossroads for over 4,000 years.

The word Bahrain means ‘two seas’ in Arabic, indicating how the country’s geographic position as a collection of islands has been important throughout its history.

As the land of the ancient Dilmun civilisation, Bahrain has long been a trading centre linking east and west. The country has benefited from its position at the centre of the Gulf’s trade routes and rich pearl diving industry.

By the mid-19th century, the country was the Gulf’s pre-eminent trade hub, emerging as a modern state. Merchants from countries across the Gulf and beyond established themselves on the islands.

Bahrain was the first Gulf state to discover oil, in 1932, and in the past 40 years has led the regional transition to a modern economy. Subsequently, as the first Gulf state to move away from dependence on oil, we have become the region’s most diversified economy.

In particular, our country has become the region’s leading financial centre since the 1980s. Since then manufacturing, logistics, communications, professional services and real estate have also become important sectors. Throughout this period, we have taken great care to build up the skills and talents of the Bahraini people.

In 2002, Bahrain became a constitutional monarchy, and a democratically elected parliament was established. This marked the beginning of a period of on-going reform. The country also has an established legal framework and respected regulatory system.

Manama is the capital of Bahrain and also its largest city. Manama enjoys a distinct reputation as a tourism and cultural hub regionally and internationally, as shown by its selection as the Capital of Arab Culture in 2012, and Capital of Arab Tourism in 2013, and Capital of Asian Tourism in 2014.







fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.





Museu Nacional do Bahrain
O Museu Nacional Bahrain é o coroamento do Reino dos esforços contínuos do Bahrain para preservar o património ea história da nação; Os esforços que começaram em 1957, quando a primeira exposição dos artefactos descobertos pela expedição arqueológica dinamarquesa foi realizada no Al-Hidaya Al-Khalifa em Muharraq.
O museu foi inaugurado em 1988 pelo falecido Emir Shaikh Salman bin Isa Al Khalifa em uma grande cerimônia com a presença de Sua Alteza Real Príncipe Khalifa bin Salman al-Khalifa, o primeiro-ministro, em seguida, príncipe herdeiro Sua Majestade o Rei Hamad bin Isa al-Khalifa.
Construído em uma localização central, entre Manama e Muharraq, casas Museu Nacional do Bahrain 9 salões principais, e classifica o património acumulado do Reino do Bahrein em 6 seções diferentes. Os visitantes do museu será tomada em uma viagem 4.000 anos através do tempo à medida que passam através de suas salas, a partir do hall de artesanato tradicional, a costumes e tradições hall, salão de túmulos, documentos antigos e salão de manuscritos, hall Tylos e período islâmico corredor.
O museu procura não só para melhorar a compreensão e conhecimento da história do Bahrein única entre os habitantes locais, mas também desempenhar um papel de instituições que promove cultura global dentro da comunidade, como evidenciado pelas numerosas exposições de cultura e de arte internacionais já recebeu ao longo dos anos.


Bahrain tem sido um dos mais importantes cruzamentos comerciais do Golfo há mais de 4.000 anos.
A palavra Bahrain significa "dois mares" em árabe, indicando como a posição geográfica do país como um conjunto de ilhas tem sido importante ao longo de sua história.
Como o terreno da antiga civilização Dilmun, Bahrein tem sido um centro de comércio ligando a leste e oeste. O país tem beneficiado da sua posição no centro do rotas de comércio e indústria de mergulho ricos pérola do Golfo.
Por meados do século 19, o país foi centro de comércio preeminente do Golfo, emergindo como um Estado moderno. Comerciantes de países em todo o Golfo e além se estabeleceram nas ilhas.
Bahrein foi o primeiro estado do Golfo para descobrir petróleo, em 1932, e nos últimos 40 anos levou a transição regional para uma economia moderna. Posteriormente, como o primeiro país do Golfo a afastar-se da dependência do petróleo, que se tornaram a economia mais diversificada da região.
Em particular, o nosso país tornou-se o principal centro financeiro da região desde os anos 1980. Desde então, fabricação, logística, comunicações, serviços profissionais e imobiliário também se tornaram importantes setores. Durante todo este período, temos tomado muito cuidado para construir as habilidades e talentos do povo do Bahrain.
Em 2002, Bahrain tornou-se uma monarquia constitucional e um parlamento democraticamente eleito foi estabelecida. Isto marcou o início de um período de reforma em curso. O país também tem um quadro jurídico estabelecido e sistema regulatório respeitado.
Manama é a capital do Bahrain e também a sua maior cidade. Manama goza de uma reputação distinta como o turismo e centro cultural regional e internacional, como mostrado por sua seleção como a Capital da Cultura Árabe em 2012, e capital do turismo árabe em 2013, e Capital de Asian turismo em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário