Google+ Followers

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

II Encontro Brasileiro de Museus Casas: Acessibilidade em múltiplos contextos, entre 3 e 5 de outubro de 2016. - Rio de Janeiro, Brasil.


Visando fomentar o debate e proporcionar um espaço de reflexão em torno do tema acessibilidade, o Museu Casa de Rui Barbosa convida a comunidade acadêmica e museal a participar do II Encontro Brasileiro de Museus Casas. 


O termo “acessibilidade” ganhou destaque nos últimos anos, sobretudo a partir da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que “estabelece normas e critérios básicos para a promoção da acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida”. Possibilitar acesso de forma ampla e irrestrita se configura, hoje, uma questão fundamental nos espaços públicos, em especial nas instituições culturais.


:: Programação:

03/10/2016 – Segunda-feira

10h – Recepção, credenciamento e entrega de material.

11h – Mesa de abertura
Presidente da FCRB;
Diretora do CMI;
Coordenadora do DEMHIST- Br
Chefe do MCRB.

11h30 – Palestra Magna – Izabel Maior
Tema: Acessibilidade, cultura e pessoas com deficiência: desafios do cotidiano, com Isabel Maior - Membro do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro e integrante do Conselho Estadual para a Política de Integração da Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro.

12h30 – Almoço

14h – Desenho universal e Arquitetura: conceitos e aplicabilidade
- Silvana Serafino Cambiaghi - Fundadora da Comissão Permanente de Acessibilidade de São Paulo (CPA), membro do grupo de trabalho da revisão da NBR nº 9050 e demais Normas Técnicas de acessibilidade da ABNT;

- Cristiane Rose Duarte – Profª. Titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atuando principalmente nos seguintes temas: aspectos culturais da construção do espaço, acessibilidade e etnografia da cidade;

15h – 1ª Sessão de Comunicações

- Juliana Borzino, Bruna Cruz e Vinicius Monção - Acessibilidades e diversidade: ações e pesquisas desenvolvidas pelo Programa Educativo Oi Futuro;

- Rafael Bazo Júnior - Acessibilidade cultural: um estudo de caso da Biblioteca Municipal “Orígenes Lessa” (Lençóis Paulista);

- Franquilandia Gonçalves Rangel Raft e Paula Nunes Costa - Um novo Museu do Colono para Santa Leopoldina.

15h30 – Intervalo

16h – Painel 1 – Residências históricas, a questão dos acessos em museus-casas

- Ana Cristina Carvalho - Curadora do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo e Conselheira do Comitê Internacional para os Museus Casas Históricas (DEMHIST) do Conselho Internacional de Museus (ICOM).

- Sandra Bernardes Ribeiro - Arquiteta e urbanista, coordenadora técnica do Iphan/DF.

- Regina Cohen – Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa, Ensino e Projeto sobre Acessibilidade e Desenho Universal (Núcleo Pró-Acesso/UFRJ);

- Ricardo Calmon – Arquiteto, Diretor Executivo da Fundação Casa de Rui Barbosa/MinC;


04/10/2016 – Terça-feira

10h – Palestra de abertura – Ministério Público: denúncias, fiscalização e penalidades em espaços culturais não acessíveis.
- Ana Padilha Luciano de Oliveira – Procuradora da República, desempenha a função de procuradora regional dos direitos do cidadão no Rio de Janeiro.

11h - Panorama 1 - A implantação do projeto de modernização e acessibilidade do Memorial JK - Auta Barreto.

11h30 – 2ª Sessão de Comunicações:

- Elisa Prado de Assis - Acessibilidade em edifício tombado: Casa das Rosas;

- Maria de Lourdes Santos Ferreira, Katrine Souza e Silva e Renata Fernandes Dias Coelho - Uma análise acerca do turismo acessível em Diamantina – MG;

- Thaís Kalile Zschaber Nogueira, Andrea Moreno e Paulo Roberto Sabino - Projeto para acessibildade na Casa Kubitschek: setor educativo.

12h – Almoço

14h – Painel 2 – Recursos e possibilidades: caminhos acessíveis para os museus casas

- Elaine Carrilho – Museóloga, Mestre em Memória e Documento, diretora do Museu Casa de Benjamin Constant/IBRAM;

- Viviane Sarraf - Fundadora e representante legal da empresa de consultoria Museus Acessíveis. Coordenadora da RINAM - Rede de Informação de Acessibilidade em Museus;

15h – Panorama 2 - Projeto de Acessibilidade no Museu Da República/RJ (IBRAM) – Osvaldo Emery.

15h30 - Intervalo

16h – Mesa-Redonda - Legislação: avanços e entraves

- Geraldo Marcos Nogueira Pinto - Advogado militante na área do Direito da Pessoa com Deficiência; Presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência – OAB/ RJ;

- Gildo Magalhães dos Santos Filho – Membro do Conselho Técnico da Associação Brasileira de Normas Técnicas, Gestor do Comitê Brasileiro de Acessibilidade – ABNT/CB-040;

- Mário Franklin de Lima – Arquiteto; professor da FAETEC; SENAC e UNISUAM, onde é coordenador da pós-graduação Sustentabilidade da Construções.


05/10/2016 – Quarta-feira

10h – Palestra de abertura – Museus Plurais: acessibilidade em foco

- Isabel Portella – Museóloga do Museu da Republica e Coordenadora do GT de Acessibilidade do Programa Nacional de Educação Museal. Fundadora da RAM – Rede de Acessibilidade em Museus.

11h – Mesa-redonda – Nada para nós, sem nós: o acesso aos espaços culturais

- Maria da Glória Almeida – Chefe de Gabinete da Direção-Geral do Instituto Benjamin Constant/IBC, Consultora Técnico Científica da Comissão Brasileira do Braille;

- Caroline Kwee – Fonoaudióloga e Psicopedagoga Clínica, Membro da direção geral e técnica do Centro de Referência e Apoio as Desordens do Desenvolvimento – CRADD;

- Elizabeth Caetano - Coordenadora do Setor de Suporte entre Pares do Centro de Vida Independente do Rio de Janeiro/CVI.

12h30 – Almoço

14h – Tecnologias aplicadas à acessibilidade

- Lara Pozzobon - Doutora em Literatura Comparada (Literatura e Cinema) e produtora de cinema, curadora do Festival Assim Vivemos. Pioneira no uso da audiodescrição em obras audiovisuais;

- Miryam Bonadiu Pelosi – Profª. adjunta do Deptº de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Pesquisadora da área de Tecnologia Assistida e Inclusão Escolar coordenada o LabAssistiva, e desenvolve estudos, produtos e serviços no Núcleo de Pesquisa em Tecnologia Assistiva da UFRJ;

- Paula Márcia Barbosa – Coordenadora o Setor de Adaptação de Livros Didáticos e Paradidáticos do Departamento Técnico-Especializado do Instituto Benjamin Constant (IBC/DTE). Participa como professora multiplicadora do grupo Matemática para Deficientes Visuais do Projeto Fundão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

15h30 - Intervalo

16h – Painel 3 – Mediação Especial em Museus Casas

Amanda Tojal - Atualmente sócia-diretora da empresa “Arteinclusão Consultoria em Ação Educativa e Cultural” (desde 2003). Consultora em acessibilidade e ação educativa inclusiva em museus e instituições culturais e docente de curso de extensão cultural em "ensino da arte na educação especial e inclusiva" da Pinacoteca de São Paulo desde 2004. Foi coordenadora dos programas educativos para públicos especiais do Museu de Arte Contemporânea da USP (1991 a 2003) e da pinacoteca de São Paulo (2003 a 2012);

Diogo Guarnieri Tubbs – Coordenador do Setor Educativo do Museu Histórico Nacional e membro do Comitê Gestor da Rede de Educadores em Museus do Rio de Janeiro;

Eurípedes Gomes da Cruz Junior – Doutor em Museologia e Patrimônio pela UNIRIO/MAst. Museólogo do Museu Nacional de Belas Artes - IBRAM/MinC, onde é responsável pela Seção de Esculturas. Trabalhou no Museu de Imagens do Inconsciente durante 30 anos. Atualmente faz parte do Conselho Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, representando a área de Museus e Patrimônio.

17h30 – Jurema Seckler: Encerramento.











Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

http://www.casaruibarbosa.gov.br/

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário