Google+ Followers

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Music in the Museum project receives award in Spain. --- Projeto Música no Museu recebe prêmio na Espanha.

Initiative promotes free concerts of classical and popular music in museums, libraries, archives and cultural centers.


Awarded by the Ministry of Culture (Ministry of Culture) in 2008 with the Order of Cultural Merit, the Music Project at the Museum will receive next November 7 in Madrid, Spain, the XXV National Award Living Culture in the category Ties Hispanics.

Created by the Living Culture Foundation, the award is considered one of the most important fields of artistic, cultural and scientific offered by a private Spanish institution. The project coordinator, Sérgio da Costa Silva, will receive the honor.

On 9 November, the Music in the Museum closes its international season with a presentation of pianist Ana Maria Brandão in Brazil House in Madrid. In 2016, they have been held 10 project concerts outside Brazil, six in Portugal (Lisbon and Coimbra), one in Italy (Rome), one in Austria (Vienna), one in France (Paris) and in Germany (Berlin ).

Since 2006, the project maintains an international dimension. They have been held presentations in Portugal, Spain, France, United States (including Carnegie Hall in New York), Czech Republic, Morocco, India, Italy, Germany, Austria, Chile, Argentina, Vietnam and Australia.

Music at the Museum

Created in 1997 by guitarist Toribio Santos, the project aims to promote free concerts of classical and popular music in museums, libraries, archives, cultural centers, churches and palaces, among others. In 19 years of activities, it has become the largest series of classic country music, recognized by RankBrasil, the Brazilian version of Guiness Book. Are performed on average 500 concerts a year, from north to south of Brazil, which have, in total, with the annual participation of 2,500 musicians.

Annually, the project holds the International Festival of Harps (Rio Harp Festival), which is the 12th edition, and the River Winds Festival, specializing in wind instruments. The project is also responsible for the annual competition Young Musicians - Music at the Museum, which offers the winner a scholarship of US $ 105,000 of James Madison University, the United States.




Source: Portal Brazil, Minc information

fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

Source: Portal Brazil, Minc information

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!





--br
Projeto Música no Museu recebe prêmio na Espanha.

Iniciativa promove concertos gratuitos de música erudita e popular em museus, bibliotecas, arquivos e centros culturais.

Condecorado pelo Ministério da Cultura (MinC), em 2008, com a Ordem do Mérito Cultural, o projeto Música no Museu irá receber, no próximo dia 7 de novembro, em Madri, na Espanha, o XXV Prêmio Nacional Cultura Viva, na categoria Laços Hispânicos.

Criado pela Fundação Cultura Viva, o prêmio é considerado um dos mais importantes dos campos artístico, cultural e científico oferecido por uma instituição privada espanhola. O coordenador do projeto, Sérgio da Costa Silva, receberá a honraria.

No dia 9 de novembro, o Música no Museu encerra sua temporada internacional com uma apresentação da pianista Ana Maria Brandão na Casa do Brasil, em Madri. Em 2016, já foram realizados 10 concertos do projeto fora do Brasil, sendo seis em Portugal (Lisboa e Coimbra), um na Itália (Roma), um na Áustria (Viena), um na França (Paris) e um na Alemanha (Berlim).

Desde 2006, o projeto mantém uma vertente internacional. Já foram realizadas apresentações em Portugal, Espanha, França, Estados Unidos (inclusive no Carnegie Hall, em Nova York), República Tcheca, Marrocos, Índia, Itália, Alemanha, Áustria, Chile, Argentina, Vietnã e Austrália.

Música no Museu

Criado em 1997 pelo violonista Turíbio Santos, o projeto visa promover concertos gratuitos de música erudita e popular em museus, bibliotecas, arquivos, centros culturais, igrejas e palácios, entre outros. Em 19 anos de atividades, tornou-se a maior série de música clássica do País, reconhecida pelo RankBrasil, a versão brasileira do Guiness Book. São realizados, em média, 500 concertos por ano, de norte a sul do Brasil, que contam, no total, com a participação anual de 2,5 mil músicos.

Anualmente, o projeto realiza o Festival Internacional de Harpas (Rio Harp Festival), que está na 12ª edição, e o Rio Winds Festival, especializado em instrumentos de sopro. O projeto também é responsável pelo concurso anual Jovens Músicos – Música no Museu, que oferece ao vencedor uma bolsa de US$ 105 mil da James Madison University, dos Estados Unidos.

Fonte: Portal Brasil,com informações do MinC





Nenhum comentário:

Postar um comentário