Google+ Followers

domingo, 8 de janeiro de 2017

In 1946, the young painter Jacques Van de Beuque, after escaping from a forced labor camp in Germany, where he stayed for two years, decided to leave Europe and travel to Brazil, encouraged by the painter Candido Portinari. --- Em 1946, o jovem pintor Jacques Van de Beuque, após fugir de um campo de trabalho forçado na Alemanha, onde ficou por dois anos, decide sair da Europa e viaja para o Brasil, incentivado pelo pintor Candido Portinari.

The Casa do Pontal Museum is housed in a 5,000 m² site in Recreio dos Bandeirantes.



Jacques goes to Recife, in Pernambuco, and meets Mestre Vitalino and other Caruaru artists. The former student of Fine Arts is impressed with small clay dolls that tell the life of the man from the hinterland of Pernambuco. Starts your collection.

Located in Rio de Janeiro, the Casa do Pontal Museum is considered the largest and most significant museum of popular art in the country. Its collection - the result of forty years of research and travel throughout the country by French designer Jacques Van de Beuque - is composed of about 8,500 pieces of 300 Brazilian artists, produced from the twentieth century. The permanent exhibition of the Museum brings together, in 1,500 m² of galleries, representative works of the varied rural and urban cultures of Brazil. Shown thematically, they cover daily activities, festive, imaginary and religious.

The Casa do Pontal Museum is housed in a 5,000 m² site in Recreio dos Bandeirantes. Its extensive gardens have been specially designed to promote a perfect integration between the vegetation, the galleries of the museum and the ecological reserve that extends around.

According to members of the International Council of Museums (ICOM), associated with Unesco, "The Casa do Pontal Museum is not only a complete museum of Brazilian Popular Art, it can be considered a true anthropological museum, unique in the country to Life and culture of the Brazilian man. "

In its 40 years of operation, the Casa do Pontal Museum has been committed to building foundations that allow its collection to be socially protected and widely enjoyed. More than 40 partial expositions of the collection were carried out in Brazil and in 14 other countries. Since 1996, it has served more than 400 thousand people through its Social and Educational Program, which involves theatrical visits, itinerant exhibitions and continuing education of educators and managers of cultural and social projects. It also offers assistance programs aimed at domestic and foreign tourists, such as monitoring and musical visits in different languages. "





fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.
 
















--br

Em 1946, o jovem pintor Jacques Van de Beuque, após fugir de um campo de trabalho forçado na Alemanha, onde ficou por dois anos, decide sair da Europa e viaja para o Brasil, incentivado pelo pintor Candido Portinari.

Jacques vai a Recife, em Pernambuco, e conhece Mestre Vitalino e outros artistas de Caruaru. O ex-aluno de Belas Artes impressiona-se com pequenos bonecos de barro, que contam a vida do homem do sertão pernambucano. Inicia sua coleção.

Situado no Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do país. Seu acervo - resultado de quarenta anos de pesquisas e viagens por todo país do designer francês Jacques Van de Beuque - é composto por cerca de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX. A exposição permanente do Museu reúne, em 1.500 m² de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do Brasil. Mostradas tematicamente, abrangem as atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas.

O Museu Casa do Pontal está instalado em um sítio de 5.000 m², no Recreio dos Bandeirantes. Seus amplos jardins foram especialmente desenhados para promover uma perfeita integração entre a vegetação, as galerias do museu e a reserva ecológica que se estende em torno.

Segundo membros do International Council of Museums (ICOM), associado à Unesco, “O Museu Casa do Pontal não é apenas um museu completo de Arte Popular Brasileira, pode ser considerado como um verdadeiro museu antropológico, único no país a permitir uma visão abrangente da vida e da cultura do homem brasileiro”.

Em seus 40 anos de atuação, o Museu Casa do Pontal empenhou-se em construir alicerces que permitem que o seu acervo seja socialmente protegido e amplamente usufruído. Foram realizadas mais de 40 exposições parciais do acervo no Brasil e em outros 14 países. Desde 1996, já atendeu mais de 400 mil pessoas através do seu Programa Social e Educacional, que envolve visitas teatralizadas, exposições itinerantes e formação continuada de educadores e gestores de projetos culturais e sociais. Oferece também programas de atendimento direcionados a turistas nacionais e estrangeiros, como monitoramento e visitas musicais em diferentes idiomas.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário