Google+ Followers

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Japanese physician who attended until the age of 105 shares 12 of his principles for a long life. - Médico japonês que atendeu até os 105 anos compartilha 12 de seus princípios para uma vida longa

Dr. Shigeaki Hinohara, Japan's



For a medical practitioner in longevity, no presentation of his professional abilities can be better than his own life - and this is only one of the attributes that classify the Japanese physician Shigeaki Hinohara as the master and the great inspiration that he was.

Deceased at age 105 and still working, having lived his long life with impeccable mental and physical health, Dr. Shigeaki left not only his history of intense dedication to medicine and more human care with his patients, but also some concrete tips for living a Good and long life as part of his legacy.

Born in 1911, Hinohara became one of the doctors to devote more time to the health and happiness of his patients in the world. And the term "happiness" here is not used by chance: the physician was a pioneer in the most personal and individual treatment of patients and, even after his death, continues as an inspiration to improve the quality of our lives.

There is no question of life, Dr. Shigeaki understood - and so it is worth remembering here his 12 most important tips, taken from an interview that the doctor gave at age 97.

Some principles of Dr. Shigeaki Hinohara

1. Eat Right
"Everyone who lives a long life, regardless of nationality, race or gender, shares one thing in common: no one is overweight."

2. Do not take shortcuts
"To stay healthy, always climb stairs and carry your own things. I go up two steps to exercise my muscles. "

3. Rediscover your youthful energy
"Energy comes from feeling good, not from eating well or sleeping a lot. We all remember when we were kids and we were having fun, just like we forgot to eat or sleep. I believe we can maintain this attitude as adults. It's better not to tire your body with too many rules like time to eat and bedtime. "

4. Keep busy
"Always plan ahead. My schedule is already complete for the next five years, with lectures and my usual work in the hospital. "

5. Keep working
"There is no need to retire at all, but if need be, it must be much later than at age 65. Fifty years ago, there were only 125 Japanese who were over 100 years old. Today, there are more than 36,000. "

6. Continue to contribute to society
"After a certain age, we must strive to contribute to society. Since I was 65 I volunteer. I still work 18 hours, 7 days a week and I love every minute. "

7. Spread your knowledge
"Share what you know. I give 150 lectures a year, some for 100 high school children, some for 4,500 businessmen. I usually speak for an hour, an hour and a half, standing, to stay strong. "

8. Understand the value of different disciplines
"Science alone can not heal or help people. Science treats us all as one, but diseases are individual. Each person is unique, and diseases are connected with their hearts. To understand illness and help people, we need free and visual arts, not just medicine. "

9. Follow Your Instincts
"Contrary to popular belief, doctors can not cure everything and everyone. So why cause unnecessary pain with, for example, surgery in certain cases? I think music and animal therapy can help people more than doctors realize. "

10. Resist materialism
"Do not go mad for the accumulation of material things. Remember, you do not know when it will be your turn, and we will not take anything from here. "

11. Have life models and inspirations
"Find someone who inspires you to try to go even further. My father came to the US to study in 1900, was a pioneer and one of my heroes. I later found other life guides, and when I feel paralyzed, I wonder how they would deal with the problem. "

12. Do not underestimate the power of fun
"Pain is something mysterious, and having fun is the best way to forget it. If a child is having toothache and you begin to play with it, it immediately forgets the pain. Hospitals need to offer the basic needs of patients: we all want to have fun. At St. Luke's we have music, animal therapy and art classes. "

"My inspiration is Robert Browning's poem" Abt Vogler, "which my father used to read to me. It encourages us to make great art, not scrawls. It says to try to draw such a big circle that there is no way to finish it as long as we live. All we see is a bow, the rest is beyond sight, but it's there, in the distance. "

Source: Hypeness






Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.









-br
Médico japonês que atendeu até os 105 anos compartilha 12 de seus princípios para uma vida longa

Dr. Shigeaki Hinohara, Japan's

Para um médico especialista em longevidade, nenhuma apresentação de suas capacidades profissionais pode ser melhor do que sua própria vida – e esse é somente um dos atributos que classificam o médico japonês Shigeaki Hinohara como o mestre e a grande inspiração que foi.

Falecido recentemente aos 105 anos e ainda trabalhando, tendo vivido sua longa vida com saúde mental e física impecáveis, Dr. Shigeaki deixou não só sua história de intensa dedicação a medicina e a cuidados mais humanos com seus pacientes, como algumas dicas concretas para vivermos uma vida boa e longeva como parte de seu legado.

Nascido em 1911, Hinohara se tornou um dos médicos a dedicar mais tempo à saúde e à felicidade de seus pacientes no mundo. E o termo “felicidade” aqui não é usado por acaso: o médico foi um pioneiro no trato mais pessoal e individual dos pacientes e, mesmo depois de sua morte, segue como inspiração para melhorarmos a qualidade de nossas vidas.

Não há dúvidas: de vida, Dr. Shigeaki entendia – e por isso, vale lembrar aqui suas 12 mais importantes dicas, retiradas de uma entrevista que o médico deu aos 97 anos.

Alguns princípios do Dr. Shigeaki Hinohara

1. Coma direito
“Todo mundo que vive uma longa vida, independentemente de nacionalidade, raça ou gênero, dividem uma coisa em comum: ninguém é acima do peso.”

2. Não pegue atalhos
“Para permanecer saudável, sempre suba de escadas e carregue suas próprias coisas. Eu subo de dois em dois degraus, para exercitar meus músculos.”

3. Redescubra sua energia juvenil
“Energia vem de sentir-se bem, não de comer bem ou dormir muito. Todos nos lembramos quando éramos crianças e estávamos nos divertindo, como esquecíamos de comer ou dormir. Eu acredito que podemos manter essa atitude enquanto adultos. É melhor não cansar o corpo com regras demais como hora de comer e hora de dormir.”

4. Mantenha-se ocupado
“Sempre se planeje com antecedência. Minha agenda já está completa pelos próximos cinco anos, com palestras e meu trabalho usual, no hospital.”

5. Mantenha-se trabalhando
“Não há necessidade de se aposentar jamais, mas se for preciso, deve ser bem mais tarde do que aos 65 anos. Cinquenta anos atrás, haviam somente 125 japoneses com mais de 100 anos. Hoje, são mais de 36 mil.”

6. Siga contribuindo com a sociedade
“Depois de uma certa idade, devemos nos esforçar para contribuir com a sociedade. Desde os 65 anos que trabalho como voluntário. Eu ainda trabalho 18 horas, 7 dias por semana e amo cada minuto.”

7. Espalhe seu conhecimento
“Divida o que você sabe. Eu dou 150 palestras por ano, algumas para 100 crianças do ensino médio, outras para 4.500 empresários. Eu normalmente falo por uma hora, uma hora e meia, de pé, para permanecer forte.”

8. Entenda o valor de diferentes disciplinas
“A ciência sozinha não consegue curar ou ajudar as pessoas. A ciência nos trata a todos como uma coisa só, mas as doenças são individuais. Cada pessoa é única, e as doenças estão conectadas com seus corações. Para entender as doenças e ajudar as pessoas, precisamos de artes livres e visuais, não somente de medicina.”

9. Siga seus instintos
“Ao contrário do que se imagine, os médicos não conseguem curar tudo e todos. Então pra quê causar uma dor desnecessária com, por exemplo, uma cirurgia, em certos casos? Eu acho que a música e a terapia animal podem ajudar pessoas mais do que os médicos imaginam.”

10. Resista ao materialismo
“Não enlouqueça pelo acúmulo de coisas materiais. Lembre-se: você não sabe quando será sua vez, e nós não levaremos nada daqui.”

11. Tenha modelos de vida e inspirações
“Encontre alguém que te inspire para procurar ir ainda mais longe. Meu pai veio para os EUA estudar em 1900, foi um pioneiro e um dos meus heróis. Mais tarde encontrei outros guias de vida, e quando me sinto paralisado, me pergunto como eles lidariam com o problema.”

12. Não subestime o poder da diversão
“A dor é algo misterioso, e divertir-se é a melhor maneira de esquecê-la. Se uma criança está com dor de dentes e você começa a brincar com ela, ela imediatamente esquece a dor. Hospitais precisam oferecer as necessidades básicas dos pacientes: nós todos queremos nos divertir. No St. Luke’s [hospital que dirigiu e trabalhou até o fim da vida] nós temos música, terapia animal e aulas de arte.”

“Minha inspiração é o poema “Abt Vogler”, de Robert Browning, que meu pai costumava ler para mim. Ele nos encoraja a fazer grande arte, não garranchos. Diz para tentarmos desenhar um círculo tão grande que não haja como terminá-lo enquanto vivermos. Tudo o que vemos é um arco, o resto está além da vista, mas está lá, na distância.”

Fonte: Hypeness

Nenhum comentário:

Postar um comentário