Ouça este texto.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Programa Museus Paraná leva exposições itinerantes para três municípios



O Programa Museus Paraná leva neste mês de julho a três municípios do Estado exposições itinerantes, além de debates, palestras e o curso de capacitação em Conservação Preventiva e Museografia. Nesta quinta-feira (5) Irati recebe a mostra “Bens tombados: imagens do Patrimônio Cultural do Paraná”. A exposição “Desejo de Salão - Salão Paranaense, uma retrospectiva” chega a Campo Largo no dia 11 (quarta-feira). Rio Negro abriga a partir do dia 23 a mostra “Gravuras do Acervo MON”. 

A mostra “Bens tombados: imagens do Patrimônio Cultural do Paraná” traz fotos do patrimônio histórico, artístico e natural do Paraná. São exemplares da arquitetura dos séculos 18, 19 e 20, entre eles a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, em Paranaguá, primeiro imóvel tombado pelo Estado, em 1962; sítios arqueológicos, testemunhos da presença pré-colonial do homem em nosso Estado; ou da rica diversidade natural e paisagística do Paraná, como a Serra do Mar, classificada pela Unesco como Reserva da Biosfera. 

A exposição “Gravuras do Acervo MON” reúne os mais destacados nomes das artes visuais do Brasil e da América Latina. Entre as coleções representadas, o MON selecionou 22 obras que ilustram as diferentes técnicas da arte da gravura, como água-tinta, ponta seca, xilogravura, linoleogravura, zincogravura, e outras. Obras de Poty Lazzarotto, Guido Viaro, Erbo Stenzel, Fernando Calderari, entre outros compõem a mostra itinerante organizada pelo MON para evidenciar a importância dessa linguagem como meio expressivo e artístico de primeira ordem. 

Em “Desejo de Salão - Salão Paranaense, uma retrospectiva” um representativo recorte dessa grande exposição, organizada pelo Museu de Arte Contemporânea do Paraná para exibição no Museu Oscar Niemeyer, apresenta obras de Alfredo Andersen, Theodoro De Bona, Guido Viaro, entre outros artistas premiados ou destaques das edições do Salão Paranaense, que vem sendo realizado pelo Estado desde 1944. 

DEBATES, PALESTRAS E O CURSOS - Além das exposições, outras atividades também serão realizadas. No dia 19, em Irati, ocorre um debate sobre patrimônio cultural, mediado pela Coordenação do Patrimônio Cultural (CPC) da Secretaria de Estado da Cultura. Já nos dias 10, 11 e 12, no município de Campo Largo, ocorre o curso de capacitação em Conservação Preventiva e Museografia com a assessora da Coordenação do Sistema Estadual de Museus (Cosem), Suely Deschermayer. 

O PROJETO - Museus Paraná é um projeto que envolve todo o Estado e beneficia os museus municipais localizados nas diversas regiões do Paraná. O programa consiste em três etapas: exposições itinerantes, capacitação e apoio técnico. O trabalho faz parte do Plano Gestor Museológico, que visa organizar as ações realizadas nas instituições do Paraná. 

Serviço: 

Bens tombados: imagens do Patrimônio Cultural do Paraná. 

Abertura: 5 (quinta-feira), às 19 horas. 

Período expositivo: 6 a 30 de julho de 2012. 

Entrada gratuita. 

No dia 19, às 14h30, ocorre um debate sobre Patrimônio Cultural com Rosina Parchen, Almir Pontes Filho, Miriam Rocha Loures e Cristina Carla Klüppel. 

Casa da Cultura / Fundação Edgard Egas Andrade Gomes. 

Rua Quinze de Julho, 329. Irati – PR. 

Gravuras do Acervo MON. 

Abertura: 23, às 19 horas. 

Período expositivo: 24 de julho a 30 de agosto de 2012. 

Entrada gratuita. 

Local: Secretaria de Cultura e Turismo / Seminário Seráfico São Luiz de Tolosa. 

Rua Juvenal Ferreira Pinto, 2070. Rio Negro – PR. 

Desejo de Salão. 

Abertura: 11, às 19 horas. 

Período expositivo: 12 de julho a 30 de agosto de 2012. 

Entrada gratuita. 

Casa da Cultura. 

Rua Centenário, 2011. Campo Largo – PR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário