Google+ Followers

domingo, 20 de setembro de 2015

Antiga mercearia de Setúbal, Portugal, vai ser museu

Espaço, gerido pelo proprietário e pela câmara, vai reabrir renovado nesta terça-feira, Dia de Bocage e da Cidade.

Objectivo é preservar memórias e
atrair turistas à cidade PEDRO CUNHA/ARQUIVO

Tulhas de cereais, máquina registadora antiga e medidas de latão, são alguns objectos das tradicionais lojas de bairro do século passado existentes na recuperada mercearia Confiança de Troino, em Setúbal, que vai ser gerida pelo proprietário e pelo município.

Totalmente recuperada pelo proprietário, a antiga mercearia Confiança não só vai perpetuar memórias do passado como também constituir um novo pólo de atracção turística na Praça Machado dos Santos, na Fonte Nova, em Setúbal.

"Antigamente, não existiam grandes e médias superfícies. Existiam estas lojas. O engenheiro Eduardo Silva recuperou a mercearia com grandes pormenores, com requintes lindíssimos, que nos reportam há 30 anos. E propôs-nos um protocolo, no sentido de este ser também um espaço de visitação, um espaço pedagógico e também um espaço turístico", disse Maria das Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal, durante uma visita à mercearia que será inaugurada dia 15 de Setembro, Dia de Bocage e da Cidade.

"Nós temos [em Setúbal] o dia do poeta. É nesse dia que gostamos também de perpetuar coisas boas da nossa terra. Esta [mercearia] vai ser aberta no dia em que ele [Bocage] faz 250 anos de nascido", acrescentou a autarca setubalense.

A mercearia Confiança do Troino, que esteve aberta ao público até 2012, foi totalmente recuperada pelo proprietário, Eduardo Silva, preservando aquele património que foi sendo restaurado ao longo dos últimos três anos. "Foi tudo retirado, o pavimento foi todo novo, de acordo com a cor original. E depois foi feito um restauro muito grande de todos os móveis que existiam na mercearia. Só sei que, depois de ter gasto 20/25 mil euros, deixei de fazer contas. Mas não me lastimo por nada", esclareceu o proprietário do imóvel.

Da parte da Câmara, "o que pretendo é que as portas não estejam condicionadas, à espera de um telefonema de alguém que queira visitar a mercearia. Estando as portas abertas permanentemente, é muito mais provável que seja divulgado o património histórico que aqui está", acrescentou Eduardo Silva.

Na deliberação camarária em que foi aprovado o protocolo para a gestão conjunta da mercearia, pelo município e pelo proprietário, a Câmara de Setúbal considera a Mercearia Confiança do Troino como "um "exemplo vivo e representativo" das antigas mercearias, que descreve como "locais de convívio onde as pessoas socializavam e passavam informação entre si", comprometendo-se a valorizar e divulgar aquele património.

Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti http://www.publico.pt/local/noticia/antiga-mercearia-de-setubal-vai-ser-museu-gerido-pelo-proprietario-e-pela-camara-1707751

Nenhum comentário:

Postar um comentário