Google+ Followers

segunda-feira, 21 de março de 2016

Homem encontra artefato que pode mudar a história do Cristianismo na Dinamarca. --- Man finds artifact that can change the history of Christianity in Denmark

Numa sexta-feira, o dinamarquês Fabricius Holm saiu mais cedo do trabalho e decidiu relaxar um pouco praticando seu hobby, o uso de detector de metais para fazer pequenos achados em florestas. O que ele não sabia era que encontraria um artefato que alteraria o entendimento da história de sua nação.


Quando encontrou um pequeno pingente com um crucifixo de ouro nos arredores da cidade de Aunslev, Holm sabia que havia achado algo importante. Depois de publicar uma foto da joia no Facebook, foi encorajado pelos amigos a procurar um museu que pudesse analisar o artefato.

 CRUCIFIXO ENCONTRADO POR FABRICIUS HOLM (FOTO: REPRODUÇÃO/ØSTFYNS MUSEUM )




Holm foi ao Østfyns Museum e entregou a joia diretamente à curadora do espaço, Malene Refshauge Beck. “Quando vi aquele artefato, lembrei imediatamente de uma peça idêntica encontrada na Suécia. Isso muda toda a história do Cristianismo na Escandinávia. Esta peça encontrada pelo senhor Holm provavelmente foi feita no século X”, explicou Malene, que também é arqueóloga.

A joia, que pesa cerca de 13 gramas e tem aproximadamente 4 centímetros de largura, provavelmente pertenceu a uma mulher viking do povoado de Birka, estimam os historiadores que tiveram acesso a ela.

A descoberta do artefato é surpreendente porque os registros mais antigos do Cristianismo na Dinamarca datavam do ano de 965, as Pedras Jelling, rochas com inscrições rúnicas e patrimônios da humanidade tombados pela Unesco. De acordo com a curadora do Østfyns Museum, o crucifixo encontrado por Holm foi fabricado entre os anos 900 e 950. Ou seja, o Cristianismo pode ter se alastrado entre os povos vikings antes do que se acredita atualmente.

O primeiro registro de um povo viking completamente convertido ao Cristianismo remonta ao ano de 1.500, quando o rei Haroldo I, também conhecido como Haroldo Dente-Azul, ordenou que todos os seus súditos se tornassem cristãos, depois de ser convencido por missionários germânicos.

“Esta descoberta muda muita coisa, porque significa que a pessoa que carregava este crucifixo já havia se convertido ao cristianismo, cerca de cem anos antes do que acreditamos que foi o marco inicial do Cristianismo na Dinamarca. Depois que estudarmos o assunto a fundo, tenho certeza de que ele será incluído nos livros de História”, disse Marlene.

E quanto a Fabricius Holm, o homem que fez este achado histórico? “Eu mal consigo dormir! É realmente assustador que eu tenha encontrado algo que mude a História, sabe? Mal consigo compreender isso...”, disse ele, em entrevista à emissora TV2/Fyn.







Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.


Vamos compartilhar.





--in via tradutor do google
On Friday, the Danish Fabricius Holm left early from work and decided to relax a little practicing their hobby, the use of metal detector to make small found in forests. What he did not know was that he would find an artifact that would change the understanding of the history of their nation.

When he found a small pendant with a gold crucifix on the outskirts of Aunslev, Holm knew he had found something important. After publishing a jewel of the photo on Facebook, he was encouraged by friends to look for a museum that could analyze the artifact.


 CRUCIFIX FOUND IN FABRICIUS HOLM (PHOTO: PLAY / ØSTFYNS MUSEUM)


Holm was the Østfyns Museum and handed the jewel directly to the curator of the space, Malene Refshauge Beck. "When I saw that artifact, reminded immediately of a similar piece found in Sweden. This changes the whole history of Christianity in Scandinavia. This piece found by Mr. Holm was probably made in the tenth century, "said Malene, who is also an archaeologist.

The gem, which weighs about 13 grams and is about 4 cm wide, probably belonged to a Viking woman Birka village, estimate historians who had access to it.

The discovery of the artifact is surprising because the earliest records of Christianity in Denmark dating from the year 965, the Jelling stones, rocks with runic inscriptions and world heritage sites by UNESCO fallen. According to the curator of the Museum Østfyns, the crucifix found by Holm was manufactured between the years 900 and 950. In other words, Christianity may have raged between the Vikings people earlier than is currently believed.

The first record of a Viking people completely converted to Christianity dates back to 1500 when King Harold I, also known as Haroldo Dandelion Blue, ordered all his subjects to become Christians, after being convinced by German missionaries.

"This discovery changes a lot, because it means that the person who carried this crucifix had converted to Christianity, about a hundred years before we believe was the starting point of Christianity in Denmark. After studying the subject in depth, I'm sure it will be included in the history books, "said Marlene.

What about Fabricius Holm, the man who made this historic find? "I can hardly sleep! It's really scary that I have found something that changes history, you know? I can hardly understand it ... "he said in an interview with broadcaster TV2 / Fyn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário