Google+ Followers

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Metropolitan Museum of Art de Nova York, expõe réplica da casa de “Psicose”.

Até o dia 31 de outubro, escultura criada por artista inglesa pode ser vista no telhado do Metropolitan Museum of Art.




A "escultura" no alto do museu de Nova Yor (foto maior) e uma imagem da casa do clássico filme de Hitchcock. Fotos: Divulgação.


O Metropolitan Museum of Art de Nova Iorque acaba de ganhar uma atração 
“aterrorizante” que deverá atrair muitos aficionados por cinema. Até o dia 31 de outubro, no telhado do famoso museu, estará exposta uma réplica da casa do personagem assassino psicótico Norman Bates do clássico Psicose (1960), de Alfred Hitchcock.

A escultura faz um contraste com o horizonte de Manhattan e o telhado do museu.








Imagem da casa da família Bates de “Psicose” (1960), de Alfred Hitchcock.



Criada pela artista britânica Cornelia Parker, a “escultura” de 9 metros de altura – denominada Transitional Object (PsychoBarn) – inicialmente parece uma casa real, mas a cópia inteligente é na verdade composta de duas fachadas de madeira feitas a partir de um celeiro vermelho desmontado do estado de Nova York. Toda a estrutura é apoiada por andaimes que podem suportar ventos de até 160 km por hora.



A casa foi montada com fachadas de madeira de celeiros americanos.

Cornelia conta que se inspirou em pinturas do artista americano Edward Hopper, que também deram origem ao projeto da casa no thriller de Hitchcock, bem como nos clássicos celeiros vermelhos na América rural, que a artista queria de alguma forma incluir na peça. “Tudo se fundiu e, com isso, eu consegui o que queria: criar uma escultura assustadora em contraste entre o horizonte de Manhattan e o telhado do museu”, completa.




Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Nenhum comentário:

Postar um comentário