Google+ Followers

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Fã do Abba? Museu sueco tem história da banda e interação com hologramas. --- Fan Abba? Swedish museum has history of the band and interact with holograms.

O Abba Museum fica localizado na ilha de Djurgardsvägen e é acessível via barco. Faz parte do complexo Pop House (www.pophouse.se), que também conta com um restaurante/bar e um HotelImagem: Ake E:son Lindman/ABBA The Museum

Capital da Suécia, Estocolmo é uma das cidades mais bonitas - e menos visitadas - da Europa. Conhecida como a "Veneza do Norte", é cortada por vários canais e tem parques e museus para todos os gostos.

Quer gravar clipe com o Abba? Em Estocolmo você pode 14 fotos


Além da forte tradição escandinava em diferentes áreas como design e culinária, a Suécia tem um lugar de destaque na música pop mundial. No início dos anos 1970, dois casais resolveram se unir e formar o quarteto mais famoso do país, cultuado no mundo todo: o Abba. Até hoje, é praticamente impossível ir a uma festa de casamento que não tenha “Dancing Queen” na playlist.

Foi em 1972 que Agnetha, Björn, Benny e Frida se juntaram pela primeira vez, em Estocolmo. Em 1974, eles ganharam o popular concurso de canções Eurovision, com seu primeiro hit: a música "Waterloo". Tornaram-se, então, o grupo sueco de maior sucesso na história da música pop.

Entre 1974 e 1982, eles tiveram hits nos primeiros lugares em todas as paradas mundiais. Ganharam vários discos de ouro, e venderam mais de 379 milhões de álbuns. Porém, os casamentos acabaram e eles nunca mais se apresentaram juntos.

Mas, para os visitantes do ABBA Museum a festa nunca acabou. Inaugurado em 2013, tornou-se uma das atrações mais populares da capital sueca. Fica localizado na ilha de Djurgarden, ao lado de outra atração de Estocolmo, o Gröna Lund, o maior parque de diversão da cidade.


Pal Allan/ABBA The Museum

Que tal uma selfie ao lado destas estátuas super realistas?


No museu estão reunidos vários dos “looks” extravagantes do quarteto, além dos discos de ouro, instrumentos e até reconstituições da casa dos casais, para o visitante ter uma noção precisa de onde eles estavam quando compuseram hits como “Mama Mia”, “Chiquitita” e “SOS”. Também faz parte do museu uma reconstituição do mítico “Polar Studio”, onde foi gravada a maior parte dos sucessos do grupo, com as mesas de áudio, microfones e instrumentos originais.

O mais divertido é que o museu é bastante interativo. Os visitantes mais desinibidos podem subir num palco virtual e soltar a voz, cantando ao lado de holografias dos quatro integrantes originais. Também é possível gravar sua voz, numa versão “karaokê”, e até participar de um clipe do ABBA.

A ideia é tornar o visitante um quinto membro da banda. No final da visita, você ganha um arquivo com tudo o que aprontou no museu.

Mesmo se o Abba não for sua banda predileta, a visita à atração ainda vale a pena: paralelo à exposição principal, o museu traz o hall da fama sueco, onde é possível ver e ouvir registros dos principais artistas pop do país, desde os anos 1940. Entre eles estão Roxette, The Knife, The Cardigans, os irmãos Neneh e Eagle Eye Cherry e Robyn, por exemplo.

Abba Museum
Quando: Quartas e quintas, das 10h às 20h. De sexta a terça, das 10h às 18h.

Quanto: Adultos: 195 coroas suecas (aproximadamente R$ 75*). Crianças de 7 a 15 anos: 65 coroas suecas (aproximadamente R$ 25*). Grátis para menores de 7 anos. O museu não aceita dinheiro, só cartões de crédito e débito.

Onde: Djurgardsvägen 68, Estocolmo, Suécia






Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!





--in via tradutor do google
Fan Abba? Swedish museum has history of the band and interact with holograms.

The Abba museum is located on the island of Djurgardsvägen and is accessible via boat. It is part of the complex Pop House (www.pophouse.se), which also has a restaurant / bar and a HotelImagem: Ake E: son Lindman / ABBA The Museum


Capital of Sweden, Stockholm is one of the most beautiful cities - and less visited - Europe. Known as the "Venice of the North", it is cut by several channels and has parks and museums for all tastes.


Want to record clip with Abba? In Stockholm you can 14 photos


Besides the strong Scandinavian tradition in different areas such as design and cuisine, Sweden has a prominent place in the global pop music. In the early 1970s, two couples decided to unite and form the most famous quartet of the country, revered worldwide: Abba. Even today, it is virtually impossible to go to a wedding party that does not have "Dancing Queen" in the playlist.

It was in 1972 that Agnetha, Björn, Benny and Frida joined for the first time in Stockholm. In 1974, they won the popular contest Eurovision songs with his first hit: the "Waterloo" song. They became then the Swedish group most successful in pop music history.

Between 1974 and 1982, they had hits in the first places in all the world charts. They won several gold records and sold over 379 million albums. But marriages ended and they never performed together.

But for visitors ABBA Museum the party never ended. Opened in 2013, it became one of the most popular attractions of the Swedish capital. Located on the island of Djurgarden, next to another attraction Stockholm, Grona Lund, the largest amusement park in the city.


Pal Allan / ABBA The Museum


How about a selfie alongside these super realistic statues?


In the museum are gathered several of the "looks" fancy quartet, in addition to gold records, instruments and even reenactments of the house of couples, for the visitor to have a precise idea of ​​where they were when composed hits like "Mama Mia", "Chiquitita "and" SOS ". Also part of the museum one of the mythical reconstitution "Polar Studio", which was recorded most of the group's success, with the audio tables, microphones and original instruments.

The most fun is that the museum is very interactive. The most uninhibited visitors can climb a virtual stage and drop the voice, singing holograms alongside the four original members. You can also record your voice in a "karaoke" version, and even participate in an ABBA video.

The idea is to make the visitor a fifth member of the band. At the end of the visit, you get a file with all that readied the museum.

Even if Abba is not his favorite band, the visit to the attraction still worth: Parallel to the main exhibition, the museum brings the hall of Swedish fame, where you can watch and listen to records of the leading pop artists of the country, from the years 1940. Among them are Roxette, the Knife, the Cardigans, the brothers Neneh and Eagle Eye Cherry and Robyn, for example.

Abba Museum
When: Wednesdays and Thursdays from 10h to 20h. From Friday to Tuesday from 10am to 18pm.

How much: Adults: 195 SEK (approximately R $ 75 *). Children 7-15 years 65 SEK (approximately R $ 25 *). Free for children under 7 years. The museum does not accept cash, only credit and debit cards.

Where: Djurgardsvägen 68, Stockholm, Sweden

Nenhum comentário:

Postar um comentário