Google+ Followers

terça-feira, 4 de outubro de 2016

The MAAT – Museum of Art, Architecture and Technology is a new cultural proposal for the city of Lisbon. --- O MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é a nova proposta cultural para a cidade de Lisboa.

MAAT
O futuro MAAT visto do rio
The future MAAT seen from the river. © Amanda Levete Architects (AL_A
A museum that combines these three fields in a space for debate, discovery, critical thinking and international dialogue. An innovative project that brings together a new building, designed by the architect Amanda Levete, and the Tejo Power Station, an example of Portuguese industrial architecture from the first half of the 20th century, and one of the most visited museums in the country.

MAAT reflects the desire to present national and international exhibitions with contributions from contemporary artists, architects and thinkers. Contemplating great themes and current trends, the programming will also present diverse curatorial views on the EDP Foundation’s Art Collection.

MAAT programming began on June 30 with the presentation of four exhibitions in renovated rooms at the Tejo Power Station. On October 5, the new building opens to the public with a large-scale work specifically conceived by the French artist Dominique Gonzalez-Foerster for this space.

Through MAAT, the EDP Foundation brings new energy to the city of Lisbon’s culture and landscape. The diversity of the programmes and spaces make this an important stop in the city’s cultural map. A venue created for all audiences, of all ages.



Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.




--br
O MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é a nova proposta cultural para a cidade de Lisboa. Um museu que cruza três áreas num espaço de debate, de descoberta, de pensamento crítico e de diálogo internacional. Um projeto inovador que coloca em comunicação um novo edifício, desenhado pelo atelier de arquitetura Amanda Levete Architects, e a Central Tejo, um dos exemplos nacionais de arquitetura industrial da primeira metade do século XX, e um dos polos museológicos mais visitados do país.
O MAAT traduz a ambição de apresentar exposições nacionais e internacionais com o contributo de artistas, arquitetos e pensadores contemporâneos. Refletindo sobre grandes temas e tendências atuais, a programação apresentará ainda diversos olhares curatoriais sobre a Coleção de Arte da Fundação EDP.
A programação do MAAT começou a 30 de junho com a apresentação de quatro exposições em salas renovadas do edifício da Central Tejo. A 5 de outubro, o novo edifício abre ao público com uma obra de grandes dimensões criada pela artista francesa Dominique Gonzalez-Foerster especificamente para este espaço.
Com o MAAT, a Fundação EDP oferece um novo impulso cultural e paisagístico à cidade de Lisboa. A diversidade de programas e de espaços tornam-no num importante ponto no roteiro cultural da cidade. Uma proposta pensada para todos os públicos, para todas as idades.






Nenhum comentário:

Postar um comentário