Google+ Followers

domingo, 6 de novembro de 2016

British Museum Explores The American Dream in Its First-Ever Exhibit of Only Contemporary Works. --- Museu Britânico explora o sonho americano em sua primeira exposição de apenas obras contemporâneas.

Known for its vast collections of antiquities and artifacts from before 1900, the British Museum is branching out with its first-ever exhibition of only modern and contemporary art in The American Dream, from Pop to the Present. From March 9 to June 18, 2017, some 200 important American prints will be on view, including many of the museum's recent acquisitions along with international loans.

The past six decades have been among the most dynamic and turbulent in US history, from JFK’s assassination, Apollo 11 and Vietnam to the AIDS crisis, racism and gender politics. Responding to the changing times, American artists produced prints unprecedented in their scale and ambition.

Starting with the explosion of pop art in the 1960s, the exhibition includes works by the most celebrated American artists. From Andy Warhol, Jasper Johns and Robert Rauschenberg to Ed Ruscha, Kara Walker and Julie Mehretu – all boldly experimented with printmaking. Experience this extraordinary history through their eyes.

Taking inspiration from the world around them – billboard advertising, global politics, Hollywood and household objects – American artists created highly original prints to rival their paintings and sculptures. Printmaking brought their work to a much wider and more diverse audience.

The sheer inventiveness and technical ingenuity of their prints reflects America’s power and influence during this period. Many of these works also address the deep divisions in society that continue to resonate with us today – there are as many American dreams as there are Americans.

This exhibition presents the Museum’s outstanding collection of modern and contemporary American prints for the first time. These will be shown with important works from museums and private collections around the world.



fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

http://www.artfixdaily.com/artwire/release/3312-british-museum-explores-the-american-dream-in-its-first-ever-exhi

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.


O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!





--br via tradutor do google

Museu Britânico explora o sonho americano em sua primeira exposição de apenas obras contemporâneas.


Conhecida por suas vastas coleções de antiguidades e artefatos de antes de 1900, o Museu Britânico está ramificando para fora com a sua exposição first-ever de apenas arte moderna e contemporânea no sonho americano, de Pop até o presente. A partir de 9 março - 18 junho de 2017, cerca de 200 cópias americanas importantes será à vista, incluindo muitas das recentes aquisições do museu, juntamente com empréstimos internacionais.

As últimas seis décadas têm sido um dos mais dinâmicos e turbulento na história dos EUA, desde o assassinato de JFK, Apollo 11 e Vietnã para a crise, racismo e gênero política SIDA. Respondendo aos tempos em mudança, os artistas americanos produziram cópias sem precedentes em sua escala e ambição.

Começando com a explosão do pop art na década de 1960, a exposição inclui obras dos mais célebres artistas americanos. De Andy Warhol, Jasper Johns e Robert Rauschenberg para Ed Ruscha, Kara Walker e Julie Mehretu - tudo corajosamente experimentou com gravura. Experimente esta história extraordinária através de seus olhos.

Inspirando-se o mundo ao seu redor - publicidade outdoor, política global, Hollywood e objetos domésticos - artistas americanos criados impressões altamente originais para rivalizar com as suas pinturas e esculturas. Printmaking trouxe seu trabalho para um público muito mais amplo e diversificado.

A inventividade pura e engenhosidade técnica de suas impressões reflete poder da América e influência durante este período. Muitas dessas obras também abordam as divisões profundas na sociedade que continuam a ressoar conosco hoje - há tantos sonhos americanos quanto americanos.

Esta exposição apresenta pela primeira vez a excelente coleção de estampas americanas modernas e contemporâneas do Museu. Estes serão mostrados com obras importantes de museus e coleções privadas em todo o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário