Google+ Followers

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Sunken 600-year-old Buddha emerges from water in China. --- Buda afundado de 600 anos emerge da água na China.

BEIJING, China — A 600-year-old Buddha statue has been discovered in a reservoir in east China’s Jiangxi Province after water levels fell during renovation work.


A local villager first spotted the head of the Buddha last month when the water level fell by more than 10 meters during work on a hydropower gate, official state news agency Xinhua reported.

The Buddha’s head sits against a cliff and gazes serenely over the body of water. It has attracted many tourists as well as locals, who see it as an auspicious sign.


Archaeologists said the statue could date back to Ming Dynasty (1368-1644).

“A preliminary study of the statue suggests it was probably built during early Ming Dynasty, maybe even earlier as the Yuan Dynasty,” Xu Changqing, director of the Research Institute of Archaeology of Jiangxi province, told CNN in a phone interview.

The statue is potentially just the tip of an untapped archeological treasure trove. A base of a temple hall was also found under the water. Local records suggest the reservoir was located on the ruins of an ancient town called Xiaoshi.

Xu said an underwater archeology team is investigating both the ancient town and the statue and working on a preservation plan.

Water helps protect statue

Xu added that being submerged in water could have preserved the statue, which features surprisingly detailed carving.

“If the statue wasn’t preserved in the water, it could have suffered weathering, oxidation or other risks, we reckon,” Xu said.

Many cultural relics were destroyed during the country’s Cultural Revolution in the 1960s when people were told to get rid of everything old, feudalistic and superstitious.

The statue is around 12.5 feet (3.8 meters) tall and carved into a cliff.

China is home to a number of striking Buddhist cliff and cave carvings. The most famous is Leshan Giant Buddha, the world’s tallest Buddha statue.

Guan Zhiyong, a local official, told Xinhua that the Buddha statue was built by ancient people as a spiritual protector to calm the rapid-flowing current where two rivers converge.

The statue was submerged in 1960 when the Hongmen reservoir was built. At that time, local authorities weren’t aware of heritage protection, said Xu.

The re-emergence of the Buddha has brought back memories for some village elders. Huang Keping, a 82-year-old local blacksmith, said he saw the Buddha first time in 1952.

“I remember the statue was gilded at that time,” Huang told Xinhua.









Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.
















--br via tradutor do google
Buda afundado de 600 anos emerge da água na China.

Uma estátua de 600 anos de idade de Buda foi descoberta em um reservatório na província de Jiangxi, leste da China, depois que os níveis de água caíram durante os trabalhos de renovação.

Um morador local viu pela primeira vez a cabeça do Buda no mês passado quando o nível da água caiu mais de 10 metros durante o trabalho em um portão hidrelétrico, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

A cabeça do Buda assenta contra um penhasco e olha serenamente para o corpo de água. Ele tem atraído muitos turistas, bem como os moradores locais, que vê-lo como um sinal auspicioso.

Arqueólogos disseram que a estátua poderia remontam à Dinastia Ming (1368-1644).

"Um estudo preliminar da estátua sugere que foi construído provavelmente durante Dinastia Ming adiantada, talvez mesmo mais cedo quanto a dinastia de Yuan," Xu Changqing, diretor do instituto de pesquisa da arqueologia da província de Jiangxi, disse CNN em uma entrevista do telefone.

A estátua é potencialmente apenas a ponta de um tesouro archaeological inexplorado do tesouro. Uma base de um templo hall também foi encontrado sob a água. Registros locais sugerem que o reservatório estava localizado nas ruínas de uma antiga cidade chamada Xiaoshi.

Xu disse que uma equipe de arqueologia subaquática está investigando tanto a cidade antiga quanto a estátua e trabalhando em um plano de preservação.

A água ajuda a proteger a estátua

Xu acrescentou que estar submerso na água poderia ter preservado a estátua, que apresenta uma escultura surpreendentemente detalhada.

"Se a estátua não foi preservada na água, poderia ter sofrido intempéries, oxidação ou outros riscos, nós contamos", disse Xu.

Muitas relíquias culturais foram destruídas durante a Revolução Cultural do país na década de 1960, quando as pessoas foram ditas para se livrar de tudo velho, feudal e supersticioso.

A estátua é de cerca de 12,5 metros (3,8 metros) de altura e esculpido em um penhasco.

A China é o lar de um número impressionante de penhascos budistas e esculturas de cavernas. O mais famoso é Leshan Giant Buddha, a estátua de Buda mais alta do mundo.

Guan Zhiyong, um funcionário local, disse à Xinhua que a estátua de Buda foi construída por pessoas antigas como um protetor espiritual para acalmar a corrente de fluxo rápido onde dois rios convergem.

A estátua foi submersa em 1960 quando o reservatório de Hongmen foi construído. Naquela época, as autoridades locais não estavam cientes da proteção do patrimônio, disse Xu.

O ressurgimento do Buda trouxe de volta memórias para alguns anciãos da aldeia. Huang Keping, um ferreiro local de 82 anos, disse que viu o Buda pela primeira vez em 1952.

"Lembro-me de que a estátua estava dourada naquela época", disse Huang à Xinhua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário