Google+ Followers

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

New York’s Metropolitan Museum of Art releases 375,000 digital works for remix and re-use online via CC0. --- Museu Metropolitano de Arte de Nova York libera 375.000 obras digitais para remix e reutilização on-line via CC0

Today, the Metropolitan Museum of Art in New York announces that all public domain images in its collection will be shared under CC0, expanding their digital collection by over 375,000 images as well as providing data on over 420,000 museum objects spanning more than 5,000 years. CC0 allows anyone to use, re-use, and remix a work without restriction. This announcement will shape the future of public domain images online and underscores the Met’s leadership role as one of the most important open museum collections in the world.

Title: Irises, Vincent Van Gogh

Creative Commons CEO Ryan Merkley joined the Met to announce the release. The Met collection of CC0 images can be browsed on the new CC Search beta, also announced this morning.

“Sharing is fundamental to how we promote discovery, innovation, and collaboration in the digital age,” said Merkley. “Today, The Met has given the world a profound gift in service of its mission: the largest museum in the United States has eliminated the barriers that would otherwise prohibit access to its content, and invited the world to use, remix, and share their public domain collections widely and without restriction.”

Director of the Metropolitan Museum of Art Thomas P. Campbell concurs: “In making images of our public-domain artworks available to audiences under CC0, the Museum is adapting its practice to make our collection available in a way that best meets the needs of 21st-century, digital audiences. We are excited to share with the public new pathways to creativity, knowledge, and ideas as manifest in the greater utility of its collections spanning 5,000 years of art. The Metropolitan Museum of Art thanks Creative Commons, an international leader in collaboration, sharing, and copyright, for beings our partner in this effort.”

At the announcement, Met partners also shared a series of other open initiatives, including the museum’s first Wikipedian-in-residence, a Github repository of the publicly accessible data, and a partnership with ITHAKA-Artstor and Pinterest to provide more extensive access to its collections. More information on these initiatives can be found at the Metropolitan Museum of Art’s Image and Data Resources page.

Our profound thanks to the Metropolitan Museum of Art for making this partnership possible. Today’s announcement is the result of the hard work and leadership of the incredible staff team at The Met, and Creative Commons is proud to have supported the development and implementation of this new policy. Through the power of the commons, billions of people will now be able to enjoy the beauty of the Met’s collections as well as participate in the continued growth of the commons, utilizing the infrastructure that makes greater collaboration possible.

Stay tuned to our social media and Slack for more updates and experience the collection yourself at the new CC Search beta.








fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Metropolitan Museum of Art New York Public Library Rijksmuseum

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,

mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.










--br via tradutor do google
Museu Metropolitano de Arte de Nova York libera 375.000 obras digitais para remix e reutilização on-line via CC0


Título: Íris, Vincent van Gogh


Hoje, o Metropolitan Museum of Art em Nova York anuncia que todas as imagens de domínio público em sua coleção serão compartilhadas em CC0, ampliando sua coleção digital em mais de 375 mil imagens e fornecendo dados sobre mais de 420 mil objetos de museus que se estendem por mais de 5.000 anos. CC0 permite a qualquer pessoa usar, reutilizar e remixar uma obra sem restrições. Este anúncio vai moldar o futuro das imagens de domínio público on-line e destaca o papel de liderança do Met como uma das mais importantes coleções de museus abertos do mundo.

O CEO da Creative Commons, Ryan Merkley, se juntou ao Met para anunciar o lançamento. A coleção Met de imagens CC0 pode ser navegada no novo beta CC Search, também anunciado esta manhã.

"Compartilhamento é fundamental para a forma como promover a descoberta, inovação e colaboração na era digital", disse Merkley. "Hoje, o Met deu ao mundo um profundo dom ao serviço de sua missão: o maior museu dos Estados Unidos eliminou as barreiras que de outra forma proibiriam o acesso ao seu conteúdo e convidou o mundo a usar, remixar e compartilhar suas Coleções de domínio público amplamente e sem restrições ".

Diretor do Museu Metropolitano de Arte Thomas P. Campbell concorda: "Ao fazer imagens de nossas obras de arte de domínio público disponíveis para o público sob CC0, o Museu está adaptando sua prática para tornar nossa coleção disponível de forma que melhor atenda às necessidades da 21a. Cêncio, audiências digitais. Estamos entusiasmados em compartilhar com o público novos caminhos para a criatividade, o conhecimento e as idéias, como se manifesta na maior utilidade de suas coleções que abrangem 5.000 anos de arte. O Metropolitan Museum of Art agradece Creative Commons, um líder internacional em colaboração, compartilhamento e direitos autorais, para seres nosso parceiro neste esforço. "

No anúncio, os parceiros da Met também compartilharam uma série de outras iniciativas abertas, incluindo o primeiro Wikipedian-in-residence do museu, um repositório Github dos dados acessíveis ao público e uma parceria com a ITHAKA-Artstor e Pinterest para fornecer um acesso mais amplo à sua Coleções. Mais informações sobre essas iniciativas podem ser encontradas na página de Recursos de Imagem e Dados do Metropolitan Museum of Art.

O nosso profundo agradecimento ao Museu Metropolitano de Arte por fazer esta parceria possível. O anúncio de hoje é resultado do trabalho árduo e da liderança da incrível equipe de funcionários do The Met, e a Creative Commons tem o orgulho de ter apoiado o desenvolvimento e a implementação desta nova política. Através do poder dos comuns, bilhões de pessoas agora poderão desfrutar da beleza das coleções do Met, bem como participar do crescimento contínuo dos bens comuns, utilizando a infra-estrutura que torna possível uma maior colaboração.

Fique atento às nossas mídias sociais e Slack para mais atualizações e experimente a coleção você mesmo na nova versão beta do CC Search.

Https://creativecommons.org/2017/02/07/met-announcement/
Museu Metropolitano de Arte Nova Iorque Public Library Rijksmuseum

Nenhum comentário:

Postar um comentário