Google+ Followers

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Vatican and Jewish Museum in Rome promote joint exhibition. --- Vaticano e Museu Judaico de Roma promovem exposição conjunta.

The Vatican Museums and the Jewish community in Rome hold a joint exhibition dedicated to the history of the seven-branched Jewish Menorah, which is evident in various styles of art.


Vatican Radio points out that one of the most appealing pieces is a bas-relief of a Menorah from the Galilee region of the first century and can be visited between May 15 and June 27.

The space of the Charlemagne Arm in St. Peter's Square will exhibit 120 pieces while the Jewish Museum in Rome features 10 works dedicated to the seven-branched Jewish chandelier.

The exhibition will be open from May 15 until June 27 and among the museums that have lent pieces are, for example, the Louvre in France and the National Gallery in London.

The project was "made possible thanks to good relations" between Jews and Catholics and the exhibition at the Jewish Museum in Rome, with the presence of its head Alessandra Di Castro, was the director of the Vatican Museums.

The Catholic radio station recalls that Barbara Jatta, in the first press conference where she spoke about some projects for this year, anticipated this show: "We will be the hostess in this seat and there will be a seat also in the Jewish Museum".

At the time, the director of the Vatican Museums also said that Lisbon will host an exhibition on the occasion of Pope Francisco's trip to Fatima in May, in the Centenary of Apparitions in Cova da Iria.

The Jewish Museum is next to the Synagogue of Rome that was visited by St. John Paul II in 1986, the Pope emeritus Benedict XVI in 2010 and in 2016 by the Argentine pontiff.







Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,

mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.





--br
Vaticano e Museu Judaico de Roma promovem exposição conjunta.

Cidade do Vaticano, 22 fev 2017 (Ecclesia) – Os museus do Vaticano e a comunidade judaica de Roma promovem uma exposição conjunta dedicada à história da Menorah, o candelabro judaico de sete braços, que está patente em vários estilos de arte.

A Rádio Vaticano destaca que uma das peças mais apelativas é um baixo-relevo de uma Menorah, da região da Galileia, do século I, e vai poder ser visitada entre 15 de maio e 27 de junho.

O espaço do Braço Carlos Magno, na Praça São Pedro, vai expor 120 peças enquanto o Museu Judaico de Roma apresenta 10 obras dedicadas ao candelabro judaico de sete braços.

A exposição vai poder ser visitada a partir de 15 de maio até 27 de junho e entre os museus que emprestaram peças estão, por exemplo, o Louvre, na França, e a Galeria Nacional de Londres.

A concretização do projeto “foi possível graças às boas relações” entre judeus e católicos e na exposição apresentada no Museu Judaico de Roma, com a presença da sua responsável Alessandra Di Castro, estava a diretora dos Museus do Vaticano.

A emissora católica recorda que Bárbara Jatta, na primeira conferencia de imprensa onde falou sobre alguns projetos para este ano, antecipou esta mostra: “Seremos os hostess nesta sede e haverá uma sede também no Museu Judaico”.

Na altura, a diretora dos Museus do Vaticano disse também que Lisboa vai acolher uma exposição por ocasião da viagem do Papa Francisco a Fátima, em maio, no Centenário das Aparições na Cova da Iria.

O Museu Judaico fica ao lado da Sinagoga de Roma que foi visitada por São João Paulo II em 1986, o Papa emérito Bento XVI em 2010 e em 2016 pelo pontífice argentino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário