Google+ Followers

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Haus der Kunst exhibits Hans Haacke's monumental sculpture Gift Horse --- Haus der Kunst exibe a escultura monumental de Hans Haacke Gift Horse

Haus der Kunst is presenting Hans Haacke’s monumental sculpture Gift Horse (2015). Originally commissioned by the City of London as the tenth contribution for the “Fourth Plinth” on Trafalgar Square, the project opened amidst debates surrounding the financial crisis; the excesses of the City government and economic austerity, and controversies linked to social and political conditions across the world. 

Hans Haacke, Gift Horse, 2015. Haus der Kunst 2017. Installation view. Photo: 
Maximilian Geuter © VG Bild-Kunst, Bonn.


Based on an etching by the English painter, George Stubbs, Gift Horse is a bronze cast of an equine skeleton without a mount. An electronic ribbon is fastened to the horse’s front leg and broadcasted a live ticker of the London Stock Exchange. In Munich, this will be substituted with live broadcasts from the Frankfurt Stock Exchange. Meticulously researched, the sculpture directly references the unrealized equestrian statue of William IV originally planned for the plinth and signifies the connection between wealth, power, and history. 

According to Haacke, the genesis of his proposal was to explore the relationship of the monument to representations of political power: 

“I was one of six artists invited to submit proposals for the Fourth Plinth on the northwest corner of Trafalgar Square. The plinth had been empty for more than 150 years. George IV, whose equestrian statue graces the plinth in the northeast corner, had spent so much money during his reign that there was not enough left for his successor, his younger brother William IV, to also get a ride on a bronze horse. 

After scrapping several ideas, I thought it might be appropriate to allude to the custom of immortalizing rulers on horseback. (I am not the first of the Fourth Plinth artists to do that). Mine was to be a horse skeleton, adorned with a live decoration and no rider. 

Part of the proposal for the Fourth Plinth was the inclusion of an image of what it eventually would look like. Having no experience with horse skeletons, I asked a librarian whether she knew of any relevant publications. She directed me to The Anatomy of the Horse by George Stubbs. I knew paintings by Stubbs of horses and the English horseback-riding gentry from visits to the Tate. But I had no idea that Stubbs was the son of a tanner, had personally dissected horses, and had published engravings of his findings in The Anatomy of the Horse. I then discovered that a portrait of Whistlejacket, a rearing Arabian horse—commissioned by its owner, Charles Watson-Wentworth, the second Marquess of Rockingham was hanging in the center of a major gallery of the National Gallery, just behind Trafalgar Square. This Marquess was twice a Whig prime minister of England and, according to Wikipedia, ‘exceptionally rich even by the standards of that wealthy group’. 

As for whether the Gift Horse is a memorial or a monument, if you like, you can take it as a tribute to the City, the Wall Street of London.” 

Following its successful presentation in London and based on discussions with Haacke, Haus der Kunst is presenting Gift Horse in the museum’s monumental Middle Hall as a way to further develop a response to public representations of power that are common in many European public squares and buildings. This sculpture is especially of great interest in its link to contemporary representations of power, value, wealth, and political commemoration. As visitors enter the space of Haus der Kunst’s Middle Hall, they will be brought in direct confrontation with Gift Horse, mounted on a monumental pedestal, as a response to the ceremonial and propagandistic nature of the former Ehrenhalle. The sculptural attributes of Haacke’s incisive reflection on power offers a new perspective not only because of the monumental scale of the Middle Hall, but also within the context of the discussions surrounding the upcoming renovation of Haus der Kunst. 

The presentation is curated by Dr. Ulrich Wilmes.






Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.


--br via tradutor do google
Haus der Kunst exibe a escultura monumental de Hans Haacke Gift Horse

Haus der Kunst está apresentando a monumental obra de presente de Hans Haacke Gift Horse (2015). Originalmente encomendado pela cidade de Londres como a décima contribuição para o "Quarto Plinto" em Trafalgar Square, o projeto foi aberto em meio a debates em torno da crise financeira; Os excessos do governo da cidade e da austeridade econômica, e as controvérsias ligadas às condições sociais e políticas em todo o mundo.

Baseado em uma gravura pelo pintor inglês, George Stubbs, Presente Cavalo é um elenco de bronze de um esqueleto eqüino sem uma montagem. Uma fita eletrônica é prendida à perna dianteira do cavalo e emitiu um ticker vivo da troca conservada em estoque de Londres. Em Munique, esta será substituída por transmissões ao vivo da Bolsa de Valores de Frankfurt. Meticulosamente pesquisada, a escultura se refere diretamente à estátua equestre não realizada de William IV originalmente planejada para o plinto e significa a conexão entre riqueza, poder e história.

Segundo Haacke, a génese de sua proposta era explorar a relação do monumento com as representações do poder político:

"Eu fui um dos seis artistas convidados a apresentar propostas para o Quarto Plinto no canto noroeste de Trafalgar Square. O rodapé estava vazio há mais de 150 anos. George IV, cuja estátua equestre adorna o rodapé no canto nordeste, gastou tanto dinheiro durante seu reinado que não havia o suficiente para que seu sucessor, seu irmão mais novo, William IV, também fosse montado em um cavalo de bronze.

Depois de acabar com várias idéias, pensei que seria apropriado aludir ao costume de imortalizar governantes a cavalo. (Eu não sou o primeiro dos artistas do quarto andar para fazer isso). O meu devia ser um esqueleto de cavalo, adornado com uma decoração viva e sem cavaleiro.

Parte da proposta para o Quarto Plinto era a inclusão de uma imagem de como seria, eventualmente. Não tendo experiência com esqueletos de cavalo, perguntei a uma bibliotecária se ela conhecia alguma publicação relevante. Ela me dirigiu para a Anatomia do Cavalo de George Stubbs. Conheci pinturas de Stubbs de cavalos e da cavalaria inglesa cavalgando cavalgadas de visitas ao Tate. Mas eu não tinha idéia de que Stubbs era filho de curtidor, tinha pessoalmente dissecado cavalos, e tinha publicado gravuras de suas descobertas em The Anatomy of the Horse. Descobri então que um retrato de Whistlejacket, um cavalo árabe criado - encomendado pelo seu proprietário, Charles Watson-Wentworth, o segundo marquês de Rockingham estava pendurado no centro de uma galeria principal da Galeria Nacional, logo atrás de Trafalgar Square. Este marquês foi duas vezes um primeiro-ministro Whig da Inglaterra e, de acordo com a Wikipedia, "excepcionalmente rico mesmo para os padrões daquele grupo rico".

Quanto ao cavalo de presente é um memorial ou um monumento, se você gosta, você pode tomá-lo como uma homenagem à cidade, o Wall Street de Londres.

Na sequência da sua apresentação bem sucedida em Londres e com base em discussões com Haacke, Haus der Kunst está apresentando Presente Cavalo no Museu do Hall do Museu monumental como uma forma de desenvolver uma resposta às representações públicas de poder que são comuns em muitas praças públicas e edifícios europeus. Esta escultura é especialmente de grande interesse em sua ligação às representações contemporâneas de poder, valor, riqueza e comemoração política. Enquanto os visitantes entram no espaço do Salão Médio de Haus der Kunst, eles serão confrontados diretamente com o Cavalo Presente, montado em um pedestal monumental, como uma resposta à natureza cerimonial e propagandística do antigo Ehrenhalle. Os atributos escultóricos da incisiva reflexão de Haacke sobre o poder oferecem uma nova perspectiva, não só devido à escala monumental do Hall Médio, mas também no contexto das discussões em torno da próxima renovação de Haus der Kunst.


A apresentação é curada pelo Dr. Ulrich Wilmes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário