Google+ Followers

domingo, 25 de junho de 2017

Musée d’Arts de Nantes reopens after €48.8 expansion. --- Musée d'Arts de Nantes reabre após expansão de € 48,8

France’s Musée d’Arts de Nantes reopens tomorrow following a six-year, €48.8 refurbishment by Stanton Williams.

The British practice was tasked with making the complex – formerly known as the Musée des Beaux-Arts de Nantes – more inviting to the public, and increasing existing exhibition space by a third. It added a 4,000 sq m ‘cube’ to the original 19th-century Palais and 17th-century oratory chapel, which now houses a multi-channel video installation by artist Bill Viola.

Says Stanton Williams director Patrick Richards: ’The new Museum has been conceived around the existing collections; creating an intimate dialogue between art and architecture that firmly embeds the new Museum within the distinctive historical setting of the city.’




Musée d’Arts de Nantes
Photography: Hufton + Crow

Old and new volumes are connected by a gallery that spans the Cours Dupré, and the extension’s marble façade helps blur the line between the structures. This dialogue continues inside the new volume, where a staircase with a suspended curtain wall made from marble and translucent glass is a contemporary riposte to the historic staircase in the Palais.

Stanton Williams created an auditorium, extra gallery space and educational facilities in a new basement beneath the Palais, as well as an archive and external sculpture courtyard on the site.




Musée d’Arts de Nantes
Photography: Hufton + Crow

‘These are not only additional square metres, but a distinct cultural action,’ said Jean-Louis Jossic, joint culture delegate of the Ville de Nantes. ‘With this Musée d’Art we are inventing something that has not been done before. Experiment, dare, propose. To make it live!’

Artworks spanning nine centuries are displayed across the 17,000 sq m museum – one of the largest fine arts museums in France outside Paris, while exhibition space in the Cube will be dedicated to contemporary art.





Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 
A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 
but what modifies the way of looking and hearing.




--br via tradutor do google
Musée d'Arts de Nantes reabre após expansão de € 48,8

O Museu de Artes de Nantes da França reabre-se amanhã após uma remodelação de € 48,8 por Stanton Williams por seis anos.

A prática britânica foi encarregada de fazer o complexo - anteriormente conhecido como o Musée des Beaux-Arts de Nantes - mais convidando o público e aumentando o espaço expositivo existente por um terço. Ele adicionou um cubo de 4.000 m2 para o palácio original do século XIX e oratória do século XVII, que agora abriga uma instalação de video multicanal pelo artista Bill Viola.

Diz o diretor de Stanton Williams, Patrick Richards: "O novo Museu foi concebido em torno das coleções existentes; Criando um diálogo íntimo entre arte e arquitetura que incorpora firmemente o novo Museu dentro do cenário histórico distintivo da cidade ".

Musée d'Arts de Nantes
Fotografia: Hufton + Crow
Vários e novos volumes estão conectados por uma galeria que abrange o Cours Dupré, e a fachada de mármore da extensão ajuda a desfocar a linha entre as estruturas. Este diálogo continua dentro do novo volume, onde uma escada com uma parede de cortina suspensa feita de mármore e vidro translúcido é uma riposte contemporânea da escadaria histórica no Palácio.

Stanton Williams criou um auditório, espaço de galeria extra e instalações educacionais em um novo porão abaixo do Palais, bem como um pátio de arquivo e escultura exterior no site.

Musée d'Arts de Nantes
Fotografia: Hufton + Crow
"Estes não são apenas metros quadrados adicionais, mas uma ação cultural distinta", disse Jean-Louis Jossic, delegado de cultura conjunta da Ville de Nantes. "Com este Musée d'Art estamos inventando algo que não foi feito antes. Experimente, atreva, proponha. Para torná-lo vivo!

As obras de arte que abrangem nove séculos são exibidas em todo o museu de 17 mil metros quadrados - um dos maiores museus de artes plásticas da França fora de Paris, enquanto o espaço de exposição no cubo será dedicado à arte contemporânea.



Nenhum comentário:

Postar um comentário