Google+ Followers

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Zavičajni muzej Zemuna --- Zemun Home Museum

Zavičajni muzej Zemuna smešten je u kući podignut oj sredinom XIX veka za vrlo imućnu i uticajnu porodicu Spirta. Spirte su poznata familija cincarskog porekla koja se u Zemun doselila krajem 18. veka.



Kuća u Glavnoj ulici izgrađena je po projektu bečkog arhitekte Ferstla, a izgradnju je finansirao Dimitrije Spirta. Jedina je neogotska zgrada sačuvana na širem području Beograda. Kuća je završena 1855. godine, ali u njoj Dimitrije nije dugo živeo. Preselio se u Pančevo gde je 1885. i umro. Poslednji vlasnik iz porodice Spirta bio je Đorđe, koji je kuću prepisao svojoj ženi Sofiji. Ona je umrla 1916. u Švajcarskoj.
-
Arhitektonskim odlikama i bogatim enterijerom kuća se izdvaja od tadašnjih kuća u gradu, čime se potvrđuje društveni položaj članova porodice, čiji je član Pavle 1856. dobio plemićko zvanje i pravo na porodični grb. Fasada je od kamena, a na zidovima širokog lučnog ulaza u kuću oslikani su motivi iz grčke mitologije. Stepenice koje vode u predsoblje bile su od glačanog crvenog mermera.
-
Kuća je do današnjih dana pretrpela mnoge izmene. Krajem 19. veka u njoj je bio hotel „Garni”. Pretpostavlja se da je za vreme Prvog svetskog rata kuća služila za vojne potrebe. Po okončanju sukoba, kuću je 1919. i 1920. koristio Zavod za slepe i gluve srpske ratne invalide. Savezničko bombardovanje 1944. kuću je znatno oštetilo, ali je posle rata obnovljena.
-
U vreme posle oslobođenja tražena je podesna lokacija za Narodni muzej Zemuna (osnovan 1954), a izbor je pao na ovaj objekat u zemunskoj Glavnoj ulici. Sto deset godina pošto je podignuta, 1965, ovo zdanje je proglašeno spomenikom kulture. Narodni muzej Zemuna pripojen je Muzeju grada Beograda 1968, a otvoren je za posetioce 1971. godine. Muzej je trenutno zatvoren za posetu zbog rekonstruikcije i pripreme nove stalne postavke.

CHRONOLOGY OF BELGRADE CITY MUSEUM

1894
Samuilo Stefanović offered his collection for sale to the Belgrade Municipality

1902
The first collection acquisitions for the Municipal Museum

1903
The establishment of the Museum

1911
The letter in which the Belgrade Mayor Ljuba Davidović (Čika Ljuba) urged the municipal authorities to house the Municipal Museum in the Residence of Princess Ljubica
The Decision of the Council of Ministers of the Kingdom of Serbia to put the Residence of Princess Ljubica at the disposal of the Municipal Museum
A book was published in which the Residence of Princess Ljubica is identified in the image legend as the Museum of the City of Belgrade (Muzej varoši Beograd)

1929
The Museum and the Library operated as a single institution
The management of the Museum was entrusted to Marija Ilić Agapova
The activities of the Museum at the premises of the Municipality in No. 1 Uzun Mirkova Street

1930-1931
The Museum was moved into new premises in No. 26 Kralja Petra Street
Belgrade Mayor Milan Nešić gave to the Museum a collection of original photos by I. V. Groman as a present

1932
The first topical exhibitions
Đorđe Weifert's present to the Museum

1935
Another temporary dislocation of the Museum
New permanent exhibition

1937
The first one-artist exhibition at the Museum: A. Balaž, Belgrade through Images

1940
The Museum working as a separate institution
The establishment of the Cultural Centre (Dom kulture)
Visit of Princess Olga

1941
Dr. Miodrag Grbić, the first acting Director of the City Museum
Devastation of the Museum in World War II

1942
The Art Pavilion at Kalemegdan was incorporated into the City Museum

1944
Allied Forces bombing raids

1945
The Museum Commission for the Assessment of Damage made in World War II
The new name of the Museum and the first post-war permanent exhibition

1948
The first archaeological excavations

1941-1949
The expropriation of museum objects during and after the war

1950
The Museum's Specialized Library as a separate department
The Museum of Illegal Partisan Printing-Houses became a part of the Belgrade
The Fourth of July Museum became a part of the Belgrade City Museum

1952
The Legacy of Paja Jovanović became a part of the Belgrade City Museum

1954
Journal Godišnjak Muzeja Grada Beograda (Annual of the Belgrade City Museum) was published; the name of the journal was subsequently changed to Godišnjak Grada Beograda (Annual of the City of Belgrade)
The announcement of the competition for the project of a new museum building

1961-1964
The last three exhibitions at the Museum's premises at No. 1 Zmaj Jovina Street

1963
The Museum of Toma Rosandić was open to public

1965
In the Register of the Trade Court in Belgrade, October 15, 1903, was recorded as the founding date of the Belgrade City Museum
The Memorial Museum of Jovan Cvijić was established

1966
Forum of Belgrade's History Amateurs

1967
The exhibition Belgrade in the 19th Century was set up at the Old Royal Court

1968
The Zemun National Museum was integrated into the Belgrade City Museum
The decision to house the City Museum in the Old Royal Court
The Documentation Centre was formed
The Memorial Museum of Jovan Cvijić was opened to public

1968-1980
Activities of the Museum at Manak's House

1969
The Museum of the Banjica Concentration Camp was established
Petar Popović bequeathed his collection the Belgrade City Museum

1970
The Department of Public Relations, Publishing and Education was established; the Museum's logo was created
The Museum of Paja Jovanović was opened to public
The Legacy of Pava and Milan Sekulić was opened to public

1970-1979
The visiting exhibition Belgrade: Past, Present and Future within Belgrade's Week

1975-1989
Trans-national cooperation with the Historical Museum of Warsaw

1976
A new competition for the project of the building of the Belgrade City Museum
The Memorial Museum of Ivo Andrić was opened to public

1980
Коhак кнегиње Љубице је у саставу Музеја

1981
Легат Паве и Милана Секулића улази у састав Музеја града Београда

1985
Музеј Младеновца је у саставу Музеја града Београда

1999
"Merciful Angel"

2001
The Legacy of Pava and Milan Sekulić was opened to public

2003
The Celebration of the 100th anniversary of the Belgrade City Museum
The Publishing of a representative illustrated monograph of the Belgrade City Museum

2006
The building of the New Military Academy at No. 40b Resavska Street was allocated to the Belgrade City Museum

2007
The Belgrade City Assembly excluded the bequests of Veljko Petrović, Nedeljko Gvozdenović and Risto Stijović from the Belgrade City Museum


-----





fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti

http://www.mgb.org.rs/en/permanent-exhibitions/zemun-home-museum

Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.




--br via tradutor do google
Zemun Home Museum está localizado em uma casa construída a meados do século XIX para uma rica e influente família Spirta. Spirt conhecido origem Cincar família do Zemun mudou no final do século 18.
-
House on Main Street foi construído, desenhado pelo arquitecto vienense Ferstl, ea construção foi financiada por Dimitrije Spirta. O único edifício neo-gótico preservada em maior Belgrado. A casa foi concluída em 1855, mas foi de curta duração Dimitrije. Ele se mudou para Pancevo, onde morreu em 1885. O último proprietário do Spirta família era George, que transcreveu a casa para sua esposa Sofia. Ela morreu em 1916 na Suíça.
-
Características arquitetônicas e os ricos interiores casa destaca-se a partir da loja, em seguida, na cidade, o que confirma o status social dos membros da família, que é um membro da 1856 Paulo recebeu nobre profissão eo direito a uma crista da família. A fachada é feita de pedra e as paredes de um amplo arco de entrada da casa são pintadas com motivos da mitologia grega. Escadas que levam ao hall de entrada eram de mármore vermelho polido.
-
A casa é para este dia passou por muitas mudanças. No final do século 19 era o hotel "Garni". Acredita-se que durante a Primeira Guerra Mundial, a casa era usada para fins militares. Após o fim do conflito, a casa em 1919 e 1920 utilizaram o Instituto para os inválidos de guerra cegos e surdos sérvias. Bombardeio aliado em 1944 a casa foi danificado consideravelmente, mas reconstruída após a guerra.
-
CRONOLOGIA DE BELGRADO Museu da Cidade
1894
Samuel Stefanović ofereceu sua coleção para venda ao Município Belgrado
1902
As primeiras aquisições de recolha para o Museu Municipal
1903
A criação do Museu
1911
A carta em que o prefeito de Belgrado Ljuba Davidovic (Tio Ljuba) instou as autoridades municipais para albergar o Museu Municipal na residência da Princesa Ljubica
A decisão do Conselho de Ministros do Reino da Sérvia para colocar a residência da Princesa Ljubica à disposição do Museu Municipal
Um livro foi publicado em que a residência da Princesa Ljubica é identificado na legenda imagem como o Museu da Cidade de Belgrado (Museu da Cidade de Belgrado)
1929
O Museu ea Biblioteca operado como uma única instituição
A gestão do Museu foi confiada a Marija Ilic Agapova
As actividades do Museu nas instalações do município em No. 1 Uzun Mirko Rua
1930-1931
O Museu foi transferida para novas instalações em No. 26 Rei Peter Street
Belgrado Mayor Milan Nešić deu ao Museu uma coleção de fotos originais por IV Groman como presente
1932
As primeiras exposições tópicos
Presente de George Weifert para o Museu
1935
Outra deslocação temporária do Museu
Nova exposição permanente
1937
A primeira exposição de um artista no Museu: A. Balaz, Belgrado através de Imagens
1940
O Museu trabalhando como uma instituição separada
A criação do Centro Cultural (Casa da Cultura)
Visita da Princesa Olga
1941
Dr. Miodrag Grbic, o diretor interino do primeiro Museu da Cidade
Devastação do Museu da Segunda Guerra Mundial
1942
O pavilhão da arte em Kalemegdan foi incorporada ao Museu da Cidade
1944
Forças Aliadas bombardeios
1945
A Comissão Museu para a Avaliação de Danos feita na Segunda Guerra Mundial
O novo nome do Museu, a primeira exposição permanente do pós-guerra
1948
As primeiras escavações arqueológicas
1941-1949
A expropriação de objectos de museu durante e depois da guerra
1950
Especializada Biblioteca do Museu como um departamento separado
O Museu de ilegais Partisan impressão de Casas tornou-se uma parte do Belgrade
O quarto de julho Museum tornou-se uma parte do Museu da Cidade de Belgrado
1952
O legado de Paja Jovanović tornou-se uma parte do Museu da Cidade de Belgrado
1954
Jornal Anuário do Museu da Cidade de Belgrado (Anual do Museu Belgrade City) foi publicado; o nome da revista foi posteriormente alterada para Cidade Anual de Belgrado (Anual da Cidade de Belgrado)
O anúncio do concurso para o projecto de um novo edifício do museu
1961-1964
Os últimos três exposições nas instalações do museu em No. 1 Zmaj Rua Jovina
1963
O Museu de Toma Rosandic foi aberto ao público
1965
No registo do Tribunal do Comércio, em Belgrado, 15 de outubro de 1903, foi registrada como a data de fundação do Museu da Cidade de Belgrado
O Museu Memorial do Jovan Cvijić foi estabelecido
1966
Fórum de História Amadores de Belgrado
1967
A exposição Belgrado no século 19 foi criado no Royal Court Velho
1968
O Museu Nacional Zemun foi integrado no Museu da Cidade de Belgrado
A decisão de abrigar o Museu da Cidade, no Royal Court Velho
O Centro de Documentação foi formada
O Museu Memorial do Jovan Cvijić foi aberto ao público
1968-1980
Atividades do Museu na casa de Manak
1969
O Museu do Campo de Concentração Banjica foi estabelecido
Petar Popovic legou sua coleção do Museu Belgrade City
1970
O Departamento de Relações Públicas, publicação e Educação foi estabelecida; o logótipo do Museu foi criado
O Museu de Paja Jovanović foi aberto ao público
O legado de Pava e Milão Sekulić foi aberto ao público
1970-1979
A exposição visitar Belgrado: Passado, Presente e Futuro dentro Semana de Belgrado
1975-1989
Cooperação transnacional com o Museu Histórico de Varsóvia
1976
Um novo concurso para o projecto do edifício do Museu da Cidade de Belgrado
O Museu Memorial de Ivo Andric foi aberto ao público
1980
Kohaku Princesa Ljubica no Museu
1981
Legacy of Pava e Milão Sekulic tornou-se parte do Museu da Cidade de Belgrado
1985
Museu de Mladenovac faz parte do Museu da Cidade de Belgrado
1999
"Anjo Misericordioso"
2001
O legado de Pava e Milão Sekulić foi aberto ao público
2003
A celebração do 100º aniversário do Museu da Cidade de Belgrado
A publicação de uma monografia representante ilustrada do Museu da Cidade de Belgrado
2006
O edifício da Academia Militar em New No. 40b Resavska Rua foi atribuído ao Museu da Cidade de Belgrado
2007
A assembleia da cidade de Belgrado excluídos os legados de Veljko Petrović, Nedeljko Gvozdenovic e Risto Stijovic do Museu da Cidade de Belgrado






Nenhum comentário:

Postar um comentário