Google+ Followers

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ibram comemora 7 anos nesta quarta-feira (20-01-2016). --- Ibram celebrates 7 years - (Brazilian Institute of Museums)

Há 7 anos, foi assinada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a lei de criação do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). Cabe ao Ibram a administração direta de 29 instituições e a construção de políticas públicas de valorização, proteção e normatização do campo museológico.



O Ibram promove, divulga e consolida a presença dos museus na vida cultural do país. Ampliar a visitação e diversificar o público, metas importantes do Instituto, registraram notáveis resultados nestes sete anos. Semana Nacional e Primavera dos Museus proporcionaram aumento considerável na visitação nos últimos anos, conforme pesquisas realizadas pelo Ibram.

Os museus vinculados ao Instituto também têm passado por processo de requalificação. Para o presidente do Ibram, Carlos Roberto Brandão, o trabalho de de modernização da gestão que começou no ano passado, com mais investimentos nos museus e desconcentração das atividades do Ibram, será continuado, “acreditamos que quanto mais estruturados, os museus tornam-se mais atraentes e capazes de disseminar informação qualificada para a sociedade”.

Na avaliação do ministro Juca Ferreira, os museus são equipamentos fundamentais para a democratização da cultura e preservação da memória. Neste sentido, a criação do Ibram, em 2009, representou a consolidação histórica das conquistas alcançadas pela Política Nacional de Museus, produto de um amplo diálogo democrático. “Hoje, comemoramos mais um ano da consolidação deste processo”, disse o ministro.

Em 2013, houve a publicação do decreto nº 8.124/13, que regulamenta o Estatuto de Museus. A partir do decreto, dentre outras ações, o Ibram implantou o Formulário de Visitação Anual. Em 2016, ele será aplicado pela 2ª vez. Os resultados dão um panorama dos números de visitantes nas instituições museais em todo o país.

Desde a sua criação, o Ibram já realizou três fóruns nacionais de museus. Em cada um deles, foi possível refletir, avaliar e propor diretrizes para a Política Nacional de Museus e para o Sistema Brasileiro de Museus. É o momento que o campo tem para se reunir, discutir ações, propor medidas. É um espaço de diálogo fundamental para o fortalecimento das políticas públicas para o setor.

Lançada recentemente, a Rede Nacional de Identificação de Museus, plataforma que substituiu o Cadastro Nacional de Museus é indispensável para se conhecer a realidade museal brasileira e que tem muito a contribuir com as políticas públicas para o setor. É prioridade para este ano, fortalecer a rede.

No âmbito internacional, o Ibram tem realizado diversas ações. Destaque para a parceria com a Escola do Louvre, que tem proporcionado intercâmbio de profissionais e para a aprovação, em 2015, pela UNESCO da recomendação sobre promoção e proteção de museus e coleções. Para este ano, o Ibram se comprometeu em divulgar o instrumento junto a organizações e países amigos. Queremos que o setor conheça e se aproprie cada vez mais desta recomendação.

Nestes sete anos de Ibram, muito já foi feito, mas ainda temos um longo caminho pela frente. E cada um de vocês é importante. A equipe do Ibram agradece a todos que fizeram parte desta caminhada. Muito obrigado!





fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.


Vamos compartilhar.


--in via tradutor do google
7 years ago, it was signed by President Luiz Inacio Lula da Silva, the law that created the Brazilian Institute of Museums (Ibram / Ministry of Culture). It is up to Ibram the direct management of 29 institutions and building public policy enhancement, protection and regulation of the museum field.




The Ibram promotes, disseminates and consolidates the presence of museums in the cultural life of the country. Expand visitation and diversify the audience, important goals of the Institute, recorded remarkable results in these seven years. National Week and Spring Museum provided considerable increase in visitation in recent years, according to surveys conducted by Ibram.

Museums linked to the Institute also have undergone retraining process. The president of Ibram, Carlos Roberto Brandão, work management modernization that began last year, with more investment in museums and deconcentration of Ibram activities, will be continued, "we believe that the more structured, museums become more attractive and able to disseminate quality information to society. "

In assessing the Minister Juca Ferreira, the museums are essential equipment for the democratization of culture and preservation of memory. In this sense, the creation of IBRAM in 2009, represented the historical consolidation of achievements by the National Museums Policy, the product of a broad democratic dialogue. "Today, we celebrate another year of consolidation of this process," said the minister.

In 2013, the publication of Decree No. 8,124 / 13, which regulates the Museums Statute. From the decree, among other actions, the IBRAM implemented the Form Annual Visitation. In 2016, it will apply for the 2nd time. The results give an overview of visitor numbers in museum institutions across the country.

Since its inception, the IBRAM already held three national museums forums. In each of them, it was possible to reflect, evaluate and propose guidelines for the National Policy on Museums and the Brazilian Museums System. It is time that the field has to meet, discuss actions, propose measures. It is a key forum for dialogue for strengthening public policies for the sector.

Launched recently, the National Network of Museums identification platform which replaced the National Museums Registration is essential to know the reality and Brazilian museum that has much to contribute to public policies for the sector. It is a priority for this year, to strengthen the network.

Internationally, Ibram has conducted several actions. Emphasis on partnership with the Ecole du Louvre, which has provided professional exchanges and the adoption in 2015 by the UNESCO recommendation on the promotion and protection of museums and collections. This year, the IBRAM pledged to disclose the instrument with organizations and friendly countries. We want the industry to know and to appropriate more and more of this recommendation.

In these seven years of Ibram, much has been done, but we still have a long way to go. And each of you is important. The IBRAM team thanks everyone who took part in this walk. Thank you!


Nenhum comentário:

Postar um comentário