Google+ Followers

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Cultura - Candomblé no Brasil. - Indumentária OXUM. - Cerimônia de entrega no Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás, Brasil.

O Museu Antropológico (MA) da Universidade Federal de Goiás (UFG) é uma instituição sem fins lucrativos, aberta ao público, e que se destina à coleta, inventário, documentação, preservação, segurança, exposição e comunicação de seu acervo.

CATÁLOGO ANALÍTICO DA INDUMENTÁRIA OXUM EXPOSTA NO MUSEU ANTROPOLÓGICO DA UFG. O Museu Antropológico (MA/UFG)  convida para a cerimônia de entrega do Catálogo Analítico da Indumentária OXUM realizado  pela aluna Bárbara Freirehttps://www.facebook.com/barbara.freire.1297?fref=nf no Curso de Museologia.





video: 




Em 29 de fevereiro de 2016, às 16:30 min
Miniauditório do Museu Antropológico

-
Vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI), o MA é um órgão suplementar da UFG, e tem em seu caráter dinâmico e pedagógico, suas principais características.

Foi criado por iniciativa de professores do então Departamento de Antropologia e Sociologia (DAS) da UFG, vinculado ao antigo Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), atual Faculdade de Ciências Sociais (FCS), a partir da realização de uma pesquisa no Parque Indígena do Xingu. Participaram dessa viagem de estudos os professores Acary de Passos Oliveira, Vivaldo Vieira da Silva, Antônio Theodoro da Silva Neiva e o Pe. José Pereira de Maria, já falecidos.


O acervo da primeira coleção etnográfica do Museu decorre dessa viagem. Em relatório de estudos remetido à Profa. Lena Castello Branco Ferreira, na ocasião diretora do ICHL, o grupo de professores sugere um plano de pesquisa com o objetivo de estudar as populações do Xingu e criar um museu antropológico na UFG. Esse espaço cultural foi proposto para salvaguardar a cultura material indígena da Região Centro-Oeste do Brasil. Com essa perspectiva, o Museu Antropológico da UFG foi criado em junho de 1969, sendo inaugurado em 5 de setembro de 1970.







Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.



--in via tradutor do google
ANALYTICAL CATALOGUE OF ATTIRE OXUM EXPOSED AT THE MUSEUM OF UFG Anthropological

The Anthropological Museum (MA / UFG) invites for Analytics Catalog ceremony of the Clothing OXUM conducted by Barbara Freire student in Museology Course.

The Anthropological Museum (MA) of the Federal University of Goiás (UFG) is a non-profit institution, open to the public and is designed to collect, inventory, documentation, preservation, safety, display and communication of its collection.

On February 29, 2016, 16:30 min
Miniauditório the Anthropological Museum
-
Tied to the Dean of Research and Innovation (PRPI), the MA is a supplementary service of the UFG, and has in its dynamic and pedagogical character, its main features.

It was initiated by the then teachers Department of Anthropology and Sociology (DAS) UFG, linked to the former Institute of Humanities and Letters (ICHL), current Faculty of Social Sciences (FCS), from carrying out a search in the Park the Xingu. Participated in this study tour the Acary teacher Passos Oliveira, Vivaldo Vieira da Silva, Antonio Theodoro da Silva Neiva and Fr. José Pereira de Maria, deceased.


The collection of the first ethnographic collection of the Museum follows this trip. In a report studies submitted to Prof.. Lena Castello Branco Ferreira, the director occasion of ICHL, the teachers group suggests a research plan with the aim of studying the populations of the Xingu and create an anthropological museum at UFG. This cultural space was proposed to safeguard indigenous material culture of the Midwest Region of Brazil. With this perspective, the Anthropological Museum of UFG was created in June 1969, being inaugurated on September 5, 1970.

Nenhum comentário:

Postar um comentário