Google+ Followers

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Degradação do Museu Regional do Huambo, Angola.

O estado acentuado está a preocupar as autoridades da província afirmou ontem ao Jornal de Angola, o director da instituição.


Fotografia: Jesus Lopes

Venceslau Kasese disse que o Museu “corre o risco de desabar”, uma situação que se agrava a cada ano devido às constantes e intensas chuvas que caem na província. As fissuras nas paredes e a degradação do tecto, realçou, fazem infiltrar as águas da chuvas no Museu. “Os compartimentos estão a degradar-se. Estamos com dificuldades em fazer a manutenção das peças”, lamentou.
Venceslau Kasese esclareceu, que a grande preocupação regista-se nesta época chuvosa por criar dificuldades na conservação e manutenção das peças museológicas. Construído em 1933, o prédio foi adaptado para guardar o acervo do Museu. 
“O actual estado em que se encontra a instituição não é das melhores. Após a guerra que assolou o país, particularmente a província do Huambo, o Museu foi também uma das vítimas atingidas pela situação crítica social”, lamentou. 
Venceslau Kasese reconheceu os esforço do Executivo, na recuperação e manutenção das instituições museológicas no país. “O Museu sofreu algumas obras de reabilitação no passado. Actualmente há a necessidade de uma outra intervenção, no sentido de preservarmos a nossa história”, disse Venceslau Kasese que assegurou que a Direcção da Cultura no Huambo está a criar condições de preservação das peças museológicas numa residência provisória. Venceslau Kasese salientou que por causa das chuvas, muitas peças encontram-se nos depósitos para melhor conservação. “ Este é um modo provisório para conservar as peças”. Mesmo com as dificuldades que o museu apresenta, disse Venceslau Kasese, as actividades, estão a ser realizadas com exposições temporárias. 
O Museu Regional do Huambo tem neste momento inventariado 840 peças diversas de etnografia, arte e pintura, da ocupação do Planalto Central, peças ligadas à caça, fauna e flora.








fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário