Google+ Followers

quarta-feira, 23 de março de 2016

Mostra homenageia aniversário de Salvador no Museu de Arte da Bahia, Brasil.

Exposição será aberta no museu no dia 29 de março, às 19h.
Obras de artistas estrangeiros registram cidade dos séculos XVII ao XIX.


Em comemoração aos 467 anos da capital baiana, será aberta a exposição "Iconografia de Salvador" no Museu de Arte da Bahia, localizado no Corredor da Vitória, no dia 29 de março, a partir das 19h.

A mostra representa a cidade através de gravuras, desenhos, mapas, pinturas e aquarelas, na visão de artistas estrangeiros que por aqui passaram, nos séculos XVII, XVIII e XIX.


Antes da abertura da exposição, o professor, artista plástico e antropólogo Renato da Silveira fará uma palestra no auditório do museu com o tema "Cidades", em que contextualizará a mostra com a homenagem ao aniversário de Salvador. As obras estarão expostas no andar térreo do MAB até a primeira quinzena de maio.


Semana Santa

O primeiro evento será quarta-feira (23), às 19h, quando ocorre a primeira edição do ano da série "Diálogos Contemporâneos", com palestra de Léo, Ogan do Candomblé da Casa Branca, que vai falar sobre "As águas de Oxalá", a origem deste ritual e como ele se realiza na Casa Branca. A entrada é franqueada ao público.

Nos dias 24, 26 e 27, feriados de Semana Santa, o MAB estará aberto à visitação do público com a mostra das coleções de pintura e artes decorativas dos séculos XVIII e XIX, que compõem o rico acervo do museu, além da ala religiosa, onde se pode apreciar pinturas que representam cenas da Paixão de Cristo e a expressiva coleção de Imagens que se remetem às principais invocações da Virgem Maria e dos Santos Católicos, que se destinava originalmente, nos séculos XVII e XIX, a povoar os oratórios particulares sempre presentes nas casas e solares da Bahia.

O visitante poderá, também, apreciar a exposição de arte surrealista do artista plástico Fábio Magalhães, intitulada "Além do invisível-Aquém do intangível", e visitar a sala "Madeiras do Brasil", composta de 600 tipos de madeira, muitas delas já inexistentes nas nossas florestas. Com exceção da sexta-feira Santa, o MAB fica aberto todos os dias da Semana Santa das 14h às 18h.







Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor.

Vamos compartilhar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário