Google+ Followers

quarta-feira, 27 de julho de 2016

New installation of the Victoria and Albert Museum explores the biomimese architecture --- Nova instalação do Victoria and Albert Museum explora a biomimese na arquitetura

The V&A is the world’s leading museum of art and design, housing a permanent collection of over 2.3 million objects that span over 5,000 years of human creativity. The Museum holds many of the UK's national collections and houses some of the greatest resources for the study of architecture, furniture, fashion, textiles, photography, sculpture, painting, jewellery, glass, ceramics, book arts, Asian art and design, theatre and performance.


The V&A was originally established in 1852, following the enormous success of the Great Exhibition the previous year. Its founding principle was to make works of art available to all, to educate working people and to inspire British designers and manufacturers. Since its foundation, the Museum and its collections have continued to grow into one of the world's greatest resources of art and design, housed in one of the finest groups of Victorian buildings in Britain.



New installation of the Victoria and Albert Museum explores the biomimese architecture

The Victoria and Albert Museum unveiled its latest installation: the elytra Filament Pavilion, a project that has the result of four years of research on the integration of architecture, engineering and principles of biomimicry through experimentations of how biological fiber systems can be transferred the architecture.

The structure of 200 square meters is inspired by lightweight construction principles found in nature, precisely, "the fibrous structures of the shells of the forewings of beetles known as elytra flying," says the press release.


The pavilion roof consists of 40 hexagonal cells, each weighing approximately 45 kilograms. These cells were built in a period of four months by a robot at the University of Stuttgart and assembled on-site at the John Madejski Garden of Victoria and Albert.






Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura é o único antídoto que existe contra a ausência de amor

Vamos compartilhar.






--br
A V & A é líder museu do mundo da arte e design, que abriga uma coleção permanente de mais de 2,3 milhões de objetos que se estendem por mais de 5.000 anos da criatividade humana. O Museu mantém muitas das colecções nacionais do Reino Unido e abriga alguns dos maiores recursos para o estudo da arquitetura, mobiliário, moda, têxteis, fotografia, escultura, pintura, joalharia, vidro, cerâmica, artes do livro, arte asiática e design, teatro e desempenho.

A V & A foi originalmente criada em 1852, após o enorme sucesso da grande exposição do ano anterior. O seu princípio fundador era fazer obras de arte disponíveis para todos, para educar as pessoas que trabalham e inspirar designers britânicos e fabricantes. Desde a sua fundação, o Museu e das suas colecções têm continuado a crescer em um dos maiores recursos mundiais de arte e design, alojados em um dos melhores grupos de edifícios vitorianos na Grã-Bretanha.

Nova instalação do Victoria and Albert Museum explora a biomimese na arquitetura

O Victoria and Albert Museum divulgou sua mais recente instalação: o Elytra Filament Pavilion,um projeto que apresenta o resultado de quatro anos de pesquisa sobre a integração da arquitetura, engenharia e princípios de biomimética através de experimentações de como sistemas de fibras biológicas podem ser transferidos à arquitetura. 

A estrutura de 200 metros quadrados é inspirada em princípios de construção leve encontrados na natureza, precisamente,  "as estruturas fibrosas das conchas das asas anteriores dos besouros voadores conhecidos como elytra", afirma o comunicado de imprensa. 

A cobertura do pavilhão é composta por 40 células hexagonais, cada um pesando aproximadamente 45 quilogramas. Estas células foram construídas em um período de quatro meses por um robô da Universidade de Stuttgart e montadas in loco no John Madejski Garden do Victoria and Albert. 

Elytra se expandirá e mudará de configuração ao longo da Engineering Season [Temporada de Engenharia] do Victoria and Albert  como resposta a dados anônimos recebidos em tempo real por sensores que registram como os visitantes usam e se movem sob a cobertura. Os dados serão mapeados e disponíveis online ao longo de toda a temporada. 

O pavilhão é construído em vidro e fibras de carbono emprega uma nova técnica robótica que realiza a trama desses materiais compostos através de um braço robótico. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário