Google+ Followers

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Belas Artes realiza 2ª edição do Fórum Belas Artes de Economia Criativa e vai discutir sobre realidade virtual, aumentada e vídeos em 360°.

Neste ano, o evento terá dois temas centrais “Cidades Criativas e Economia Criativa na era digital”. O norte-americano Steven Pedigo, diretor do Creative Class Group, volta ao Brasil para apresentar os primeiros resultados do estudo dos setores criativos que desenvolveu para a cidade de São Paulo com apoio da Belas Artes.

São Paulo, Setembro de 2016 – O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo realiza, no dia 4 de outubro, a segunda edição do Fórum Belas Artes de Economia Criativa e traz importantes nomes para palestrar sobre cidades criativas e economia criativa na era digital.


Fórum Belas Artes de Economia Criativa
4 de outubro de 2016


Steven Pedigo, diretor de Pesquisa e Cidades do Creative Class Group, desenvolveu um estudo abrangente das indústrias e dos âmbitos criativos em São Paulo, que englobam setores de tecnologia, artes, cultura, arquitetura, design, ciência, entre outros. Esse estudo foi feito por alunos de pós-graduação da instituição sob direção de Pedigo e será apresentado nesta 2ª edição do Fórum. A ideia da pesquisa é entender melhor as vantagens competitivas, as oportunidades e os desafios associados com a economia criativa em São Paulo e, além de olhar para indicadores do setor, foram desenvolvidos perfis qualitativos das indústrias e áreas desta economia na cidade. “Tivemos como premissas os 4 Ts – tecnologia, território, talento e tolerância - para avaliar São Paulo como cidade criativa”, explica Pedigo.

Na ocasião, a instituição vai aproveitar para lançar o laboratório de Design e Experiências Imersivas, que será supervisionado por Bruna Petreca com consultoria de Ricardo Laganaro, diretor da O2 Filmes, responsável pelo departamento 3D da produtora. Por isso, a Belas Artes procurou reunir empresas e profissionais engajados neste setor para debater assuntos como realidade aumentada, vídeos em 360° e realidade virtual.

Entre os palestrantes estão Ricardo Justus, diretor de inovação da rede Record, que vai discutir sobre as possibilidades e os desafios de contar histórias em realidade virtual; Marcelo Daou, responsável pelo desenvolvimento de novos negócios e soluções para dispositivos móveis, incluindo aplicativos, wearables e IoT na Samsung. Ele apresentar as oportunidades do mercado de wearables no Brasil.

Janaína Augustin e Quico Meirelles, diretores da O2 Filmes, também estarão presentes e vão falar sobre os desafios que as produtoras terão de enfrentar com o avanço cada vez mais acelerado da tecnologia, dando destaque para a realidade aumentada e virtual. O Fórum vai receber ainda Rawlinson Terrabuio, cofundador da Beenoculus, empresa que desenvolveu o primeiro óculos de realidade virtual produzido no Brasil. Ele vai destacar as oportunidades que a realidade virtual está criando para toda a indústria de economia criativa e a promessa de ser a disrupção em setores tradicionais como o da Educação.

Além disso, o evento vai contar com uma conferência online que será realizada diretamente dos Estados Unidos. Barry Pousman, cofundador e CEO da Variable Labs, vai discutir sobre experiências imersivas em realidade virtual. Antes de abrir sua empresa, Pousman era estrategista-chefe na ONU, onde ajudou a implementar novas iniciativas de mídia em torno da promoção do desenvolvimento sustentável. Em sua cartela de clientes atuais estão empresas como Google, XPRIZE e a própria ONU.

O Fórum Belas Artes de Economia Criativa tem como objetivo apresentar a população em geral os principais cases e propostas da indústria criativa. A intenção é debater os novos formatos da economia e seu potencial de contribuição para o desenvolvimento dos países. O evento é aberto ao público, gratuito e para participar basta a inscrição com antecedência no site www.belasartes.br/forum


Confira abaixo a programação completa do evento:

Credenciamento a partir das 8 horas
09h – Boas vindas Belas Artes
09h15 – Steven Pedigo
Apresentação dos resultados do estudo dos setores criativos que desenvolveu para São Paulo com apoio da Belas Artes.
 10h15 – Marcelo Daou - Samsung
As oportunidades do mercado de wearables no Brasil
11h15 – Ricardo Justus – Diretor de Inovação da Rede Record
Narrativas Imersivas: as possibilidades e desafios de contar histórias em realidade virtual
12h15 – Rawlinson Terrabuio – Beenoculus
Realidade Virtual: Oportunidades para toda a indústria de economia criativa
13h às 14h15 – Almoço
14h30 – O2 Filmes
Realidade virtual e realidade aumentada: Os novos desafios das produtoras

15h30 - Barry Pousman – conferência online
Impacto do Storytelling Imersivo
16h30 – Bruna Petreca
Design e experiências imersivas
17h30 - Encerramento



fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti






--IN VIA TRADUTOR DO GOOGLE
Fine Arts held the 2nd edition of the Forum Fine Arts and Creative Economy will discuss virtual reality, augmented and 360 degree videos.

São Paulo, Brazil, September 2016 - The University Centre Fine Arts of São Paulo performs, on 4 October, the second edition of the Forum Fine Creative Economy Arts and brings big names to speak about creative cities and creative economy in the digital age .

Steven Pedigo, director of Research and Cities Creative Class Group, has developed a comprehensive study of industries and creative areas in São Paulo, which include technology sectors, arts, culture, architecture, design, science, among others. This study was done by graduate students of the institution under the direction of Pedigo and will be presented in this 2nd edition of the Forum. The idea of ​​the survey is to better understand the competitive advantages, opportunities and challenges associated with the creative economy in São Paulo and, besides looking for industry indicators, qualitative profiles of the industries and areas have been developed this economy in the city. "We had as premises the 4 Ts - technology, territory, talent and tolerance - to assess São Paulo as a creative city," said Pedigo.

At the time, the institution will take to launch the design laboratory and Immersive Experiences, which will be supervised by Bruna Petreca with consultancy Ricardo Laganaro, director of O2 Filmes, responsible for the 3D department of production. Therefore, the Fine Arts sought to bring together companies and professionals engaged in this sector to discuss issues such as augmented reality, videos and 360 ° virtual reality.

Speakers include Ricardo Justus, network innovation director Record, which will discuss the possibilities and challenges of storytelling in virtual reality; Marcelo Daou, responsible for new business development and solutions for mobile devices, including applications, wearables and IoT at Samsung. He present the wearables market opportunities in Brazil.

Janaina Augustin and Quico Meirelles, directors of O2 Filmes, also will be present and will talk about the challenges that producers will face with advancing ever faster technology, highlighting the enhanced and virtual reality. The Forum will also receive Rawlinson Terrabuio, co-founder of Beenoculus, the company that developed the first virtual reality glasses produced in Brazil. He will highlight the opportunities that virtual reality is creating for the entire creative economy industry and promise to be disruption in traditional sectors such as education.

In addition, the event will feature an online conference that will be held directly in the United States. Barry Pousman, co-founder and CEO of Variable Labs, will discuss immersive experiences in virtual reality. Before opening his company, Pousman was chief strategist at the UN, where he helped implement new media initiatives around the promotion of sustainable development. In its current customers chart are companies like Google, XPRIZE and the UN itself.

The Creative Economy Forum Fine Arts aims to present the general population the main cases and proposals of the creative industry. The intention is to discuss the new formats of the economy and its potential to contribute to the development of countries. The event is open to the public, free and participate, just registration in advance in www.belasartes.br/forum site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário