Google+ Followers

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

A parede maciça na Cal Orcko no sul da Bolívia revela mais de 5.000 pegadas de dinossauros. --- A massive wall at Cal Orcko in southern Bolivia reveals more than 5,000 dinosaur footsteps

Situado perto da cidade de Sucre, o sítio arqueológico Cal Orck'o enorme está localizado em um penhasco apenas 5kms do centro da cidade. 


Ele tem uma inclinação de 73 graus, é de 80 metros (260 pés) de altura e 1.200 metros (3.900 pés) de comprimento. Descoberto em razão de a empresa de cimento local (de Sucre Fábrica Nacional de Cemento SA / Fancesa), ele'so maior concentração de pegadas de dinossauros no mundo.



Sauropodomorpha pegadas pegadas na Cal Orcko. crédito de foto
pegadas Sauropodomorpha em Cal Orcko. crédito de foto


As pegadas foram descobertas por mineiros em 1985, mas foi só entre 1994 e 1998 que a importância do local foi totalmente realizado. Em 1994, os trabalhadores descobriram uma parede de pedra calcária enorme, 1,2 km de comprimento e 80 metros de altura, que foi absolutamente coberto por milhares de pegadas de dinossauros.

As pegadas permaneceu coberto até os anos 1990, quando a companhia Fancesa minadas as camadas sedimentares para uso na produção de concreto. 

Quatro anos mais tarde, uma equipe de cientistas, liderada pelo paleontologista suíço Christian Meyer investigou a parede. Segundo ele, a descoberta marca uma enorme contribuição para a humanidade e para a ciência, revelando dados até agora desconhecida e "documentando a alta diversidade de dinossauros melhor do que qualquer outro site no mundo".



As pegadas de dinossauros a partir da data cama paleontológico Cal Orck'o de 68 milhões de anos e há mais de 5.000 pegadas de 293 espécies de dinossauros, todos feitos durante a segunda metade do período Cretáceo. O local costumava ser a costa de um antigo lago, que, como um importante molho de água, atraiu um grande número de ambos os dinossauros herbívoros e carnívoros.


É espantoso que quase todas as impressões são tão bem preservado que os cientistas podem dizer exatamente o que espécies que foram feitas por. Alguns dos dinossauros, cujas faixas foram encontrados são o Ankylosaurus, o titanossauro e Carnotaurus. Talvez, o conjunto mais espectacular de faixas é 347 metros de comprimento, o mais longo rastro de dinossauro já encontrado, e foi feito por um bebê Tiranossauro Rex apelidado de "Johnny Walker" pelos pesquisadores.


O mais impressionante deles é a definição de trilha 347 metros do recorde mundial deixada por um bebê Tyrannosaurus Rex conhecido como "Johnny Walker".



Em 2010, uma parte do muro rompeu, destruindo algumas das faixas, mas revelando uma outra camada abaixo. Acredita-se que existem várias camadas de faixas abaixo da camada superior visível no momento.








Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!



A massive wall at Cal Orcko in southern Bolivia reveals more than 5,000 dinosaur footsteps






Situated near the city of Sucre, the huge Cal Orck’o archaeological site is located on a cliff just 5kms from the city center. It has a slope of 73 degrees, is 80 meters (260 ft) high and 1,200 meters (3,900 ft) long. Discovered on the grounds of the local cement company (Sucre’s Fabrica Nacional de Cemento SA/Fancesa), it´s the largest concentration of dinosaur tracks in the world.
Sauropodomorpha footprints in Cal Orcko. Photo Credit

The footprints were first discovered by miners in 1985, but it was only between 1994 and 1998 that the site’s importance was fully realized. In 1994, workers discovered a huge limestone wall, 1.2 km long and 80 meters high, that was absolutely covered by thousands of dinosaur footprints.

The footprints remained covered until the 1990s when Fancesa company mined away the sedimentary layers for use in the production of concrete.Photo Credit

Four years later, a scientific team led by Swiss paleontologist Christian Meyer investigated the wall. According to him, the discovery marks an enormous contribution to humanity and to science, revealing data heretofore unknown and “documenting the high diversity of dinosaurs better than any other site in the world”.
The dinosaur tracks date from 68 million years ago. Photo Credit

The dinosaur tracks of the Cal Orck’o paleontological bed date from 68 million years ago and there are more than 5,000 footprints from 293 species of dinosaurs, all made during the second half of the Cretaceous period. The location used to be the shore of a former lake, which, as an important water sauce, attracted a large number of both herbivorous and carnivorous dinosaurs.

It is amazing that almost all of the prints are so well preserved that scientists can tell exactly what species they were made by. Some of the dinosaurs whose tracks have been found are the Ankylosaurus, the Titanosaur, and Carnotaurus. Perhaps, the most spectacular set of tracks is 347 meters long, the longest dinosaur trackway ever found, and was made by a baby Tyrannosaurus Rex nicknamed “Johnny Walker” by researchers.
Most impressive of these is the world-record setting 347-meter trail left by a baby Tyrannosaurus Rex known as “Johnny Walker”. Photo Credit

In 2010, a section of the wall broke off, destroying some of the tracks but revealing another layer underneath. It is believed that there are multiple layers of tracks below the currently visible top layer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário