Google+ Followers

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Obras para construção de novo museu da Audemars Piguet têm início na Suíça. --- Construction work for the new museum of Audemars Piguet begin in Switzerland.. ---

A Audemars Piguet acaba de anunciar o início das obras de ampliação de seu museu, na cidade de Le Brassus, na Suíça. O projeto, chamado de “Maison des Fondateurs” (casa dos fundadores, em tradução livre) é resultado de um concurso realizado em 2014 em que o projeto vencedor foi do escritório dinamarquês BIG. Ele consiste em uma espiral que emerge do solo com paredes inteiramente feitas de vidro curvo, ligando-se diretamente ao mais antigo prédio da Audemars Piguet, a casa original da família Audemars.




Foram necessários dois anos de estudos preliminares. Engenheiros, arquitetos e designers de museus buscaram por soluções inovadoras, tanto no universo de cenografia, estrutural quanto resistentes às grandes mudanças climáticas da região. Um protótipo em tamanho real chegou, inclusive, a ser construído e instalado na região.




O trabalho prático teve início no mês de agosto deste ano e muitos meses serão ocupados para a devida preparação do solo antes de qualquer outro processo de construção. A previsão é de que esta primeira etapa seja concluída em meados do primeiro semestre do ano que vem. Já o trabalho estrutural inicial deve ocorrer até meados do segundo semestre de 2017. A partir de então, serão realizadas as instalações das paredes e tetos. O final de 2017 será destinado às instalações internas e acabamentos; este trabalho deve durar até meados de 2018 quando os workshops serão instalados, além dos itens do museu. Simultaneamente, o edifício histórico será restaurado. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2019.




O primeiro museu da Audemars Piguet foi inaugurado em 1992, dentro da casa da família Audemars, que tem sua construção datada de 1868. Mais tarde, em 2004, ele se expandiu para toda a casa. Sua coleção inclui mais de 1.300 relógios que fazem parte da herança da marca e explicam seus 250 anos de história. O projeto deve adicionar 2.800 metros quadrados de espaços para exposições – onde cerca de 400 relógios estarão dispostos – assim como áreas para workshops e recepções, e uma área para manutenção de arquivos.




No novo museu, a base da visita será um caminho em espiral, onde os visitantes cruzaram diversos espaços temáticos, onde descobrirão as origens da relojoaria no Vale do Jura, os princípios mecânicos dos relógios e uma coleção excepcional dos primeiros relógios complicados esmaltados do mundo, além de contar a história da maison e, claro, do simbólico modelo Royal Oak.









Fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti
Cultura e conhecimento são ingredientes essenciais para a sociedade.

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

O tempo voa, obras de arte são para a eternidade, sem rugas!







--in via tradutro do google
Construction work for the new museum of Audemars Piguet begin in Switzerland.

Audemars Piguet has announced the start of expansion works of its museum in the city of Le Brassus, Switzerland. The project, called "Maison des fondateurs" (home of the founders, in free translation) is the result of a competition held in 2014 where the winning project was the Danish BIG office. It consists of a spiral that emerges from the ground with walls made entirely of curved glass, by connecting directly to the oldest building of Audemars Piguet, the original home of Audemars family.

two years of preliminary studies were needed. Engineers, architects and museum designers sought for innovative solutions in both the set design of the universe, structurally and resistant to major climate changes in the region. A prototype life-size came even to be built and installed in the region.

The practical work began in August this year and many months will be busy for proper soil preparation before any other construction process. The forecast is that this first step is completed in the middle of the first half of next year. Already the initial structural work must take place by the middle of the second half of 2017. Since then, the facilities of the walls and ceilings will be held. The end of 2017 will be allocated to internal and finishing facilities; this work is expected to last until mid-2018 when the workshops will be installed, in addition to the museum items. Simultaneously, the historic building will be restored. The opening is scheduled for the first half of 2019.

The first museum of Audemars Piguet was opened in 1992 in the house of Audemars family, which has its construction dated 1868. Later, in 2004, it has expanded to the entire house. Its collection includes more than 1,300 watches that are part of the brand's heritage and explain its 250-year history. The project is expected to add 2,800 square meters of exhibition spaces - where about 400 watches will be willing - as well as areas for workshops and receptions, and an area for file maintenance.

In the new museum, the base of the visit will be a spiral path where visitors crossed several thematic spaces where discover the origins of watchmaking in the Valley of the Jura, the mechanical principles of watches and an exceptional collection of the first enamelled complicated watches in the world, in addition to telling the story of the maison and of course, the symbolic model Royal Oak.

Nenhum comentário:

Postar um comentário