Google+ Followers

quarta-feira, 29 de março de 2017

Intangible Cultural Heritage Italy presents truffle culture as UNESCO candidate. --- Patrimônio Cultural Imaterial. Itália apresenta a cultura da trufa como candidata da UNESCO.

Perdonanza Celestiniana ritual also bidding for place



Italy's UNESCO Committee has voted unanimously to present the Perdonanza Celestiniana, a religious ritual celebrated in L'Aquila, and truffle culture as candidates to be put onto UNESCO's Intangible Cultural Heritage List, ANSA sources said on Monday. The quake-hit central Italian town of Norcia is the promoter of the bid, the sources said.


The Italian Commission for Unesco has nominated on Monday (27) the cultivation of truffles, a fungus used in the country's cuisine, for the list of Intangible Cultural Heritage of UNESCO. Besides the famous food, the "Perdonanza Celestiniana", religious ritual that happens annually in Aquila, was also inscribed.

The dossier, sent to Paris by the town of Norcia in the Umbria region, instructed the Ministries of Cultural Property and Agricultural Policy to highlight the importance of agricultural vocation in the territories affected by last year's earthquake, as well as to recognize the tradition of truffles.

"In the world, 'tartufo' is one of the most powerful foods, symbol of quality 'Made in Italy', so we support this experience of making them World Heritage. This is a new step to promote our agricultural model, which is characterized by the uniqueness of our know-how, our culture and our products, "explains Maurizio Martina, Minister of Agriculture and Food Policy.

With the unanimous vote of the Commission, "The Culture of Truffles", as the name of the dossier was named, had a proposal for 2018 and will be evaluated the following year. Already the candidacy of the "Perdonanza Celestiniana" as Intangible Heritage, which was made for the second time, will be evaluated in Paris as of this year, and is expected for 2018.

The National Confederation of Direct Growers (Coldiretti) has stated that the applications are "a sign of attention that comes after the inauguration of the Norcia Truffle Fair on February 24, made by [Italian PM] Paolo Gentiloni, Which stressed the importance of relaunching tourism in areas affected by the earthquake. "

At present, it is also under analysis in Unesco as a candidate for Intangible Heritage, "The Art of Neapolitan Pizza".

According to Pier Luigi Petrillo, legal expert and curator of the application dossier, the results of the evaluation will be revealed between 4 and 8 December in Seoul, the capital of South Korea.





fonte: @edisonmariotti #edisonmariotti


Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 


but what modifies the way of looking and hearing.









--br
Itália apresenta a cultura da trufa como candidata da UNESCO.

A Comissão Italiana para a Unesco candidatou nesta segunda-feira (27) o cultivo das trufas, fungo utilizado na culinária do país, para a lista de Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO. Além do famoso alimento, a “Perdonanza Celestiniana”, ritual religioso que acontece anualmente em Áquila, também foi inscrito. 

O dossiê, enviado a Paris pela cidade de Norcia, na região da Úmbria, instruiu os ministérios dos Bens Culturais e das Políticas Agrícolas a destacar a importância da vocação agrícola nos territórios atingidos pelo terremoto do ano passado, além de reconhecer a tradição das trufas. 

“No mundo, o ‘tartufo’ é um dos alimentos mais poderosos, símbolo da qualidade ‘Made in Italy’, por isso apoiamos essa experiência de torná-las Patrimônio Mundial. Esse é um novo passo para promover nosso modelo agrícola, que se caracteriza pela singularidade de nosso know-how, de nossa cultura e de nossos produtos”, explica o ministro das Políticas Agrícolas Alimentares e Florestais, Maurizio Martina. 

Com voto unânime da Comissão, “A Cultura das Trufas”, como foi batizado o nome do dossiê, teve candidatura proposta para 2018 e será avaliada no ano seguinte. Já a candidatura da “Perdonanza Celestiniana” como Patrimônio Imaterial, que foi feito pela segunda vez, será avaliado em Paris a partir deste ano, e tem resultado previsto para 2018. 

A Confederação Nacional de Cultivadores Diretos (Coldiretti) declarou que as candidaturas são “um sinal de atenção que chega após a inauguração da Feira da Trufa de Norcia, no último dia 24 de fevereiro, feita por [primeiro-ministro da Itália] Paolo Gentiloni, que destacou a importância de relançar o turismo nas zonas atingidas pelo terremoto”. 

Atualmente, também está em análise na Unesco como candidata a Patrimônio Imaterial, a “A Arte dos Pizzaiolos Napolitanos”. 

Segundo Pier Luigi Petrillo, especialista jurídico e curador do dossiê de candidatura, o resultado dessa avaliação será revelado entre os dias 4 e 8 de dezembro, em Seul, capital da Coréia do Sul. (ANSA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário