Google+ Followers

quinta-feira, 30 de março de 2017

Sensational find of chamber graves from the later part of the Viking Age at Fregerslev south of Hørning in Jutland in Denmark. --- O achado sensacional das sepulturas de câmara da parte posterior da idade de Viking em Fregerslev sul de Hørning em Jutland em Dinamarca.

The Fregerslev Viking From Outside Hørning

Sensational find of chamber graves from the later part of the Viking Age at Fregerslev south of Hørning in Jutland in Denmark will hopefully witness to the ethos of the Viking warriors in the 10th century.

Reconstruction of horse’s headgear form the grave of the Fregerslev Viking © Skanderborg Museum

Fregerslev is a small settlement located a few km south of Hørning in the midst of Jutland near the town of Skanderborg. It lies down to a lake at an old crossing point. 

At the periphery of Hørning close to the road towards Fregerslev, a Viking burial ground was discovered in 2012, consisting of two inhumation graves and a tomb with two (or maybe three) chambers. 

While the two inhumation graves have been excavated, the chamber graves were left in situ for later excavation. However, intensive studies carried out using metal detectors as well as electromagnetic surveying left the archaeologists with tantalising glimpses of what might be a very rich picking ground for future excavations. 


Also, a magnificent headgear for a horse gave an inkling of what hopefully lies beneath. During the next years funding was sought while the find was kept hidden for fear of “night-owls”. Now, However, the time has come.

First excavation

Already in 2012, the two inhumation graves were excavated. One was empty of grave-goods, while the other contained a wood coffin made of oak and a skeleton, only partially preserved. This person was lying on his back with his arms at his sides. He was 165 – 170 cm high. Around this tomb, the archaeologists discovered a trapezoidal fence enclosing an area of 21 m2.




Set apart, the tomb itself was found to hold two, possibly three closely spaced chambers. One of these chambers represents the burial of a so-called “Viking Warrior”; inside the chamber, but outside the coffin, the remains of an astounding headgear of a horse’s harness were found and excavated. With the partially preserved organic remains of leather, it presents a chance of discovering how the different ornaments of gilded bronze and silver-plated iron were fitted to the headgear. Intensive studies and conservation are still going on, but as of now the headgear with a bridle, silver-plated quillons, and cheek-plates have been preserved. 

The headgear also appears to have been decorated with delicate and beautifully crafted “Viking Bling”. All pieces are decorated with fine ornamentations consisting of geometrical figures caught in chains, weaving, herringbone and annular patterns. The find also contains seven of presumably eight cross-shaped belt fasteners with animal heads at the raised centre.


The potential of this largely undisturbed grave belonging to an elite Viking warrior cannot be underestimated. Though found under flat ground, the tomb has been preserved because boulders may have defended the site against deep ploughing. measuring more than 21 m2 there is ample room for further riches (nad fantasies thereof).

It has been speculated what the chamber-grave may also hold: a couple, both man and woman? Horses and hounds? Valuable grave-goods like those from Bjerringbro? Most of the contemporary warrior-graves were excavated in the 19th century, and a general view of their socio-political status and the composition of their furnished graves are at hand. Nevertheless, the tomb at Fregerslev presents an opportunity to gather new and significant knowledge about these elite graves from the mid 10th century.

Stylistic parallels can be found at Langballigau near Flensburg (Northern Germany), Thumby Bienebek near Schleswig (in the old Danish borderland, now Northern Germany) and Grimstrup near Esbjerg (Denmark). Until now the tomb at Fregerslev was preserved according to the Malta Convention, Article 5.IV and the sensational find of the head-gear kept a secret. However, in April 2017 excavation will begin. During the next months, visitors are welcome on site, while the headgear is exhibited in Skanderborg.

Another piece of the puzzle is the Rune Stone found in 1849 a field near Hørning. Dated c. 970 -1020, it measures 157 cm x 55-70 cm x 45 cm and features a nice and orderly inscription, which tells us about Tóki the Smith who raised the stone in commemoration of Troels, the son of Gudmundr, who gave him gold [?] and freedom. The meaning might be that our Toke achieved his freedom from slavery while at the same time being adopted into his family (“lyst I kuld”). 

Another reading, though, indicates that Toke received his freedom as well as “gold”, meaning that Toke was not only set free but also taken up as a full member of the hird or household of Troels’ (receiving gold).“ The middle of the inscription seems to form a tree of life, ending in a cross. The stone was found I app. 500 meters northeast of the church at a river crossing (“bro” meaning “bridge”). Here some significant water mills were traditionally active.







Cultura não é o que entra pelos olhos e ouvidos,
mas o que modifica o jeito de olhar e ouvir. 

A cultura e o amor devem estar juntos.

Vamos compartilhar.

Culture is not what enters the eyes and ears, 

but what modifies the way of looking and hearing.





--br via tradutor do google
O achado sensacional das sepulturas de câmara da parte posterior da idade de Viking em Fregerslev sul de Hørning em Jutland em Dinamarca esperará testemunhar ao ethos dos guerreiros de Viking no século 10.

O Fregerslev Viking longe de Hørning.

Fregerslev é um pequeno assentamento localizado a poucos km ao sul de Hørning, no meio da Jutlândia, perto da cidade de Skanderborg. Encontra-se para baixo a um lago em um ponto velho do cruzamento.

Na periferia de Hørning perto da estrada para Fregerslev, um túmulo de Viking foi descoberto em 2012, consistiu em dois túmulos do inhumation e em um túmulo com dois (ou talvez três) câmaras.

Enquanto as duas sepulturas de inhumation foram escavadas, as sepulturas da câmara foram deixadas in situ para a escavação mais atrasada. No entanto, estudos intensivos realizados com detectores de metais e levantamentos eletromagnéticos deixaram os arqueólogos com vislumbres tentadoras do que poderia ser um terreno de colheita muito rico para futuras escavações.

Além disso, um magnífico chapéu de cabeça para um cavalo deu uma idéia do que esperamos que esteja por baixo. Durante os anos seguintes o financiamento foi procurado enquanto o achado foi mantido escondido por medo de "corujas noturnas". Agora, No entanto, chegou a hora.

Primeira escavação

Já em 2012, as duas sepulturas de inhumation foram escavadas. Um estava vazio de túmulos, enquanto o outro continha um caixão de madeira feito de carvalho e um esqueleto, apenas parcialmente preservado. Esta pessoa estava deitada de costas com os braços ao lado. Ele tinha 165-170 cm de altura. Ao redor desta tumba, os arqueólogos descobriram uma cerca trapezoidal que encerra uma área de 21 m2.

Separado, o túmulo em si foi encontrado para segurar duas, possivelmente três câmaras estreitamente espaçadas. Uma dessas câmaras representa o enterro de um chamado "Guerreiro Viking"; Dentro da câmara, mas fora do caixão, os restos de um capacete espantoso do arnês de um cavalo foram encontrados e escavados. Com os restos orgânicos parcialmente preservados de couro, apresenta uma chance de descobrir como os diferentes ornamentos de bronze dourado e ferro prateado foram montados no capacete. Estudos intensivos e conservação ainda estão acontecendo, mas a partir de agora o headgear com um freio, quillons prata-chapeado, e bochecha-placas foram preservadas.

O headgear também parece ter sido decorado com delicada e bem trabalhada "Viking Bling". Todas as peças são decoradas com belas ornamentações constituídas por figuras geométricas presas em correntes, tecelagem, espinha de peixe e padrões anulares. O achado também contém sete dos presumivelmente oito fechos de cintura em forma de cruz com cabeças de animais no centro elevado.

O potencial desta sepultura em grande parte não perturbada pertencente a um guerreiro viking de elite não pode ser subestimado. Embora encontrado sob terra plana, o túmulo foi preservado porque os pedregulhos podem ter defendido o local contra o arado profundo. Medindo mais de 21 m2 há espaço suficiente para mais riquezas (nad fantasias do mesmo).

Especulou-se o que a câmara-sepultura também pode ter: um casal, tanto homem e mulher? Cavalos e cães? Valiosas sepulturas como as de Bjerringbro? A maioria das sepulturas guerreiras contemporâneas foram escavadas no século XIX, e uma visão geral de seu status sócio-político e da composição de suas sepulturas mobiliadas estão à mão. No entanto, o túmulo em Fregerslev apresenta uma oportunidade para reunir conhecimento novo e significativo sobre estas sepulturas de elite de meados do século 10.

Em Langballigau perto de Flensburg (norte da Alemanha), Thumby Bienebek perto de Schleswig (na antiga fronteira dinamarquesa, agora norte da Alemanha) e Grimstrup perto de Esbjerg (Dinamarca), existem paralelos estilísticos. Até agora, o túmulo de Fregerslev foi preservado de acordo com a Convenção de Malta, o Artigo 5.IV eo sensacional achado da cabeça-artes manteve um segredo. No entanto, em abril de 2017 começará a escavação. Durante os próximos meses, os visitantes são bem-vindos no local, enquanto o headgear é exibido em Skanderborg.

Outra peça do quebra-cabeça é a Rune Stone encontrada em 1849 um campo perto de Hørning. Datado c. 970 -1020, mede 157 cm x 55-70 cm x 45 cm e apresenta uma inscrição agradável e ordenada, que nos fala sobre Tóki o Smith que levantou a pedra em comemoração de Troels, o filho de Gudmundr, que lhe deu ouro [ ?] E liberdade. O significado pode ser que nosso Toke conseguiu sua liberdade da escravidão e, ao mesmo tempo, ser adotado em sua família ("lyst I kuld").
Outra leitura, no entanto, indica que Toke recebeu sua liberdade, bem como "ouro", o que significa que Toke não foi apenas libertado, mas também assumiu como um membro de pleno direito da terceira ou casa de Troels (recebendo ouro). Da inscrição parece formar uma árvore de vida, terminando em uma cruz. A pedra foi encontrada. 500 metros a nordeste da igreja em um cruzamento de rio ("bro" que significa "ponte"). Aqui, alguns moinhos de água significativos eram tradicionalmente ativos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário